Com mais duas altas, Bananal chega a 7 pacientes recuperados da Covid-19. Apenas um permanece em isolamento


Estabilidade no Vale Histórico contrasta com o restante da RM Vale. Nos 24 dias de junho, os registros foram maiores do que a soma de março, abril e maio.

Por Ricardo Nogueira, com informações da Agência Brasil 

Com duas altas registradas no boletim epidemiológico desta quarta-feira (24), Bananal passa a ter 7 pacientes recuperados desde o início da pandemia. O quadro agora mostra apenas uma pessoa com infecção confirmada em isolamento domiciliar. Ela figura no boletim desde segunda-feira (22).

Ontem (23) uma mulher foi internada com suspeita da doença e agora são 4 os casos suspeitos, com 3 deles monitorados em suas respectivas residências.

Um dia depois de Arapeí, foi a vez de São José do Barreiro confirmar um quadro epidemiológico zerado. O município figura com Lagoinha na condição de não ter casos confirmados no lado paulista do Vale do Paraíba.

Em contrapartida, a situação se agrava nos demais municípios da região. Nos 24 dias  de junho, os casos confirmados na RM Vale chegaram 3.232. A região tinha totalizado 2.328 nos 3 meses anteriores.

Nos últimos 2 dias, mais 500 casos foram registrados e a RM Vale ultrapassou a casa de 5.500 casos. O número, isoladamente, corresponde a mais da metade da população de Bananal e é maior, do que o número de habitantes de Arapeí, São José do Barreiro e Areias. 

São José dos Campos concentra 2.365 pessoas diagnosticadas com o novo coronavírus. O número fica a 104 pessoas de igualar a população de Arapeí (2.469).

A quantidade de recuperados na região é de 3.405.

Em Taubaté a situação piorou ao ponto do prefeito determinar a retirada dos bancos das praças.

A situação torna quase impossível a progressão da região para a fase amarela do Plano SP na próxima sexta-feira (26). É provável que os municípios da regional de Taubaté permaneçam na fase 2 (laranja).

São Paulo

O estado de São Paulo bateu hoje (24) o recorde de casos confirmados do novo coronavírus registrados em um único dia, com a notificação de 9.347 novas ocorrências nas últimas 24 horas.
Com isso, alcançou 238.822 casos confirmados de covid-19 [doença provocada pelo novo coronavírus] desde o início da pandemia.
Segundo o secretário estadual da Saúde, José Henrique Germann, o número de casos e de óbitos está dentro do cenário esperado pelo governo paulista para junho.
O estado contabilizou também 284 novos óbitos nas últimas 24 horas, somando agora 13.353 mortes por coronavírus. Há 5.455 pessoas internadas em unidades de terapia intensiva (UTIs), em casos suspeitos ou confirmados de coronavírus, além de 8.547 internadas em enfermarias. 
A taxa de ocupação de leitos de UTI no estado gira em torno de 65,4% e, na Grande São Paulo, a média está em 68,1%. O total de pessoas curadas, após terem recebido alta médica, somou hoje 40.014.
A taxa de isolamento social registrada ontem (23) no estado foi em torno de 46%, enquanto na capital ela ficou em 47%. O governo paulista considera satisfatória taxas de isolamento acima de 55%.

Brasil

De acordo com o Ministério da Saúde, nas últimas 24 horas, o Brasil registrou 1.185 novos óbitos por covid-19 e elevou o total de mortes para 53.830. A atualização diária traz um aumento de 2,2% no número de óbitos em relação a ontem (23), quando o total estava em 52.645.
Na detecção de novos casos da doença, foram 42.725 novos diagnósticos confirmados totalizando 1.188.631. O acréscimo de pessoas infectadas marcou uma variação de 3,7% sobre o número de ontem, quando constava o total de 1.145.906 de pessoas infectadas.
Do total, 484.893 estão em observação, 649.908 foram recuperados e 3.904 mortes estão em investigação.
Os estados com maior número de óbitos são São Paulo (13.352), Rio de Janeiro (9.295), Ceará (5.815), Pará (4.726) e Pernambuco (4.425). Ainda figuram entres os com altos índices de vítimas fatais em função da pandemia Amazonas (2.710), Maranhão (1.836), Bahia (1.541), Espírito Santo (1.463), Alagoas (938) e Paraíba (828).
Os estados com mais casos confirmados da doença são São Paulo (238.822), Rio de Janeiro (103.493), Ceará (99.578), Pará (91.708) e Maranhão (73.314).  


Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.