Apagões em Bananal no 1º dia do ano vira indignação e sátira contra a Elektro.

Uma sequência de sete apagões no primeiro dia de 2016 causou indignação nos moradores de Bananal e, depois, reações de sátiras e até meme em redes sociais contra a Elektro, concessionária de energia que atende (?) o município.

Neste sábado, dia 2, novos apagões ocorreram por curto período.

Na condição de Estância Turística do Estado de São Paulo, Bananal recebe milhares de pessoas nas festas de fim de ano. São conterrâneos que voltam à  cidade para rever amigos e parentes, além dos milhares de turistas que incrementam a movimentação em hotéis, pousadas, restaurantes e vários outros atrativos históricos e naturais da localidade. 

Em tarde ensolarada e de calor em Bananal no dia 1º de janeiro nada menos do que sete interrupções de energia foram registradas entre 15 e 15h40, ocasionando transtornos no comércio e nos consumidores em geral.

A sequência ocorreu às 15:00, 15:14, 15:25, 15:28, 15:34, 15:36 e 15:39. 

Os percalços dos consumidores foram desde a falta de ventilador e ar condicionado até a manutenção de alimentos e bebidas nas temperaturas adequadas.  E isso sem falar na falta da internet e comunicação em dispositivos móveis.

Um fator de risco bastante conhecido dos bananalenses é a "volta" da energia em voltagem inadequada e que acaba danificando eletrodomésticos, computadores, roteadores, videogames, etc.

O aparente descaso da Elektro com Bananal ocorre menos de um mês depois de 6 representantes da empresa participarem de uma Audiência Pública na Câmara Municipal. De forma competente e didática, eles teceram explicações sobre vários temas. Mas as recorrentes interrupções de energia foram abordadas rapidamente com o já conhecido mantra de que a empresa se empenha para solucionar o problema, mas nada pode fazer contra intempéries.

A grande questão é que em Bananal a energia é suspensa até mesmo quando não há uma nuvem sequer nos céus da cidade.

Não por acaso, dentre processos na justiça de pequenas causas por perdas e avarias em equipamentos, os consumidores bananalenses deixam aflorar como catarse o seu característico bom humor.

E o mais recente deles é um meme em redes sociais sobre os 7 apagões impostos pela Elektro a Bananal no Ano Novo: uma alusão à goleada sofrida no Mineirão pela seleção brasileira frente a Alemanha na fatídica semifinal da Copa do Mundo do ano retrasado.


Ricardo Nogueira - DA REDAÇÃO
Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.