Guia capacita professores em atividades ambientais nas escolas.



‘Ideias para ensinar plantando’ integra projeto ‘O poder das plantas da minha comunidade’, do Instituto de Pesquisas Tecnológicas - IPT



Uma iniciativa do Centro de Tecnologia de Recursos Florestais do Instituto de Pesquisas Tecnológicas – IPT, que foi iniciado em 2017, poderá contribuir para que professores do ensino fundamental e médio aproveitem de forma mais ampla o ambiente externo das escolas no processo de aprendizagem dos alunos.
O guia de atividades extracurriculares ‘Ideias para ensinar plantando’ é a terceira e última parte do projeto ‘O Poder das Plantas da Minha Comunidade’, que inclui uma série de oficinas participativas para alunos do ensino fundamental do CEU Três Pontes, na capital paulista, e a produção de um vídeo que documentou as atividades realizadas pelos profissionais e pelos estudantes na instituição de ensino.
Segundo a coordenadora da publicação, a pesquisadora Giuliana Del Nero Velasco, do Laboratório de Árvores, Madeiras e Móveis, o guia foi elaborado com o objetivo de compartilhar o resultado da experiência no CEU Três Pontes.
“Sugerimos ideias para que os profissionais da área da educação percebam o quanto é prazeroso e importante usar as áreas externas da escola como laboratório de ensino, mudando a paisagem e usando espaços muitas vezes ociosos. Foi nítida a transformação nos alunos da instituição que perceberam suas habilidades e capacidade de contribuir com essas mudanças”, diz Giuliana.
As atividades do projeto consistiram em oficinas participativas e práticas abordando técnicas de jardinagem e temas relacionados às áreas verdes da escola e da comunidade do entorno. Essas atividades são apresentadas no guia para inspirar educadores a saírem das salas de aula.
“A ideia é enxergar oportunidades de experimentar conceitos relacionados a diversas disciplinas escolares na prática e abordar questões sobre cidadania e conscientização da comunidade escolar”, completa Caroline Almeida Souza, pesquisadora da Seção de Sustentabilidade de Recursos Florestais e gerente do projeto.
A publicação traz quinze atividades como sugestão para os professores lançarem mão durante as aulas: elas envolvem a apresentação dos benefícios das plantas aos alunos, a partir da premissa de ‘conhecer para valorizar e preservar’, a demonstração das ferramentas para as atividades de manuseio do solo, o preparo de substratos, o plantio por semeadura e a manutenção de hortas e jardins, entre outros.
O projeto foi um dos quatro selecionados no primeiro edital da Fundação de Apoio ao Instituto de Pesquisas Tecnológicas (FIPT), que foi lançado em janeiro de 2017, para financiar projetos sociais de laboratórios e seções do IPT voltados à promoção da transformação social positiva e sustentável.
Clique na imagem ao lado, da capa do guia, para baixar gratuitamente o material ou veja pelo conteúdo abaixo.


Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.