Unidades da rede estadual de ensino se preparam para início do ano letivo.


Nesta sexta-feira (1º), os 3,6 milhões de alunos retornam às aulas
nas 5 mil escolas do Estado de São Paulo

Todos os anos, a Secretaria de Estado da Educação executa um projeto de acolhimento de estudantes, no início do período letivo, nas unidades da rede de ensino. É importante frisar que, nesta sexta-feira (1º), os 3,6 milhões de alunos retornam às aulas nas 5 mil escolas de todo o território paulista.
Assim, em 2019, as atividades serão realizadas a partir do dia 4 de fevereiro. As ações promovem o fortalecimento do vínculo entre os jovens, com rodas de conversa, visitas aos espaços e compartilhamento de experiências, entre outros. De acordo com especialistas, a iniciativa é importante para estabelecer o contato inicial com funcionários da unidade.
“O acolhimento é necessário porque cria um ambiente propício para o começo de ano, tenta fazer com que o aluno mude o entendimento da escola e perceba como ela pode contribuir com o seu projeto de vida”, avalia Helena Achilles, técnica do Departamento de Desenvolvimento Curricular e de Gestão da Educação Básica (DEGEB) da CGEB.
Prática
Vale destacar que a proposta é inspirada em uma prática já desenvolvida pelas Escolas de Tempo Integral. Além de promover a socialização, a iniciativa estimula diversas habilidades dos estudantes a partir do planejamento de cada ação.
Para a preparação, foram feitas reuniões com integrantes de Grêmios Estudantis para colocar em prática as atividades de acolhimento. Os estudantes selecionados e formados para serem os Jovens Acolhedores conduzirão o processo nas escolas junto aos gremistas.
Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.