Estado homenageia policiais com entrega de certificado Policial Nota 10


Policiais de SP são reconhecidos por atuação em ocorrências de destaque, como o ataque à escola de Suzano e a bancos em Guararema

O Governador João Doria e o Secretário da Segurança Pública, General João Camilo Pires de Campos, homenagearam na terça-feira (9) 20 integrantes das polícias Civil, Militar e Técnico-Científico com o certificado Policial Nota 10.
Outro destaque da solenidade foi o reconhecimento da atuação das três polícias do Estado no episódio do ataque à Escola Estadual Professor Raul Brasil, em Suzano, no dia 13 de março, e na ocorrência em que o trabalho integrado impediu o assalto a duas agências bancárias na cidade de Guararema no dia 4. Ao todo, 150 profissionais foram homenageados.
Dentre os agraciados, estavam cerca de 80 policiais civis, militares e técnico-científicos que fizeram atendimento de ocorrências de forma destacada no Vale do Paraíba.
“O Governo de São Paulo estará sempre ao lado daqueles policiais no cumprimento do seu dever e seguindo o protocolo que estarão defendendo as pessoas de bem no nosso estado”, disse Doria. A cerimônia aconteceu na sede do Palácio dos Bandeirantes. Criado pela atual gestão da Secretaria da Segurança Pública, o programa “Policial Nota 10” tem como objetivo reconhecer e estimular o bom trabalho policial em todo o Estado.
Nesta terceira edição da homenagem, foram destacadas ocorrências que envolveram policiamento ostensivo, inteligência policial por meio de investigações e também canais de denúncia, bem como o trabalho de policiais científicos, levando em consideração os anos que estão contribuindo com a instituição.
“Rigor, disciplina, controle, respeito pelos direitos humanos, mas respeito sobretudo pelo dever cumprido, pela proteção das famílias de bem. É isso que nós desejamos em São Paulo e por isso nós temos enorme orgulho da Polícia Civil, da Polícia Científica, do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar”, afirmou o Governador.
Polícia Militar
O Capitão Mário Augusto Ferreira de Freitas, o 1° Tenente Roberto Menegário Sobrinho e o Cabo Adriano Ricardo Camolêz são alguns dos policiais militares homenageados. O reconhecimento se deve pelo fato de terem evitado que um homem armado tirasse a própria vida dentro da Catedral de Ribeirão Preto, no dia 21 de março. Na ocasião, um dos PMs ajoelhou-se no altar da igreja para acalmar o rapaz que tentaria suicídio.
O segundo caso que foi destaque no mês foi a prisão de um homem envolvido na morte de um PM Ambiental, que desapareceu em janeiro do ano passado. Após denúncia anônima, o criminoso foi detido no dia 24 de março, na região de Sorocaba, pelo 1° Sargento Cristiano da Silva e os Cabos Paulo Ricardo Pena e José Antônio Garramone Júnior, que também foram reconhecidos com o título de “Policial Nota 10”.
O terceiro caso que resultou na condecoração de PMs foi a prisão de dois homens que tentaram sequestrar uma pessoa para fins de extorsão. Os criminosos foram interrompidos pelo Sargento Juliano César Silva do Nascimento e o Cabo Marcelo Rodrigues dos Santos, do 3º Batalhão de Policiamento Ambiental, e também pelos Cabos Antônio Marcos Emilio e Leandro Rodrigo Barbosa, do 23° Batalhão de Polícia Militar do Interior.
Polícia Civil
O Delegado Geovani Sesti Moschini, o Investigador Diego Dias Vidal da Cruz e o Escrivão Rodney Pereira de Oliveira, integrantes do Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (Denarc), foram homenageados pela apreensão de 1,2 tonelada de maconha e a prisão de três pessoas no bairro de Perus, zona Norte da capital, no dia 13 de março. O veículo havia sido carregado no Chile. O trio foi preso em flagrante e indiciado por tráfico de drogas e associação ao tráfico.
Outro caso de destaque também envolve uma especializada da Polícia Civil e leva a condecoração a um trio de profissionais. O Delegado Rodolpho Chiarelli Junior, o Investigador Moacir Teles Montilha e a Escrivã Carla Barbosa foram reconhecidos pela investigação que culminou na prisão de dois suspeitos pela morte de um homem, vítima do golpe popularmente conhecido como “Boa noite Cinderela”. Com a prisão realizada no dia 28 de fevereiro, mais oito crimes semelhantes foram esclarecidos.
Durante o evento, também foram homenageados o Delegado Norberto Donizeti Bergamini e o Investigador Célio Aparecido Fattori Júnior, do 3° Distrito Policial de São Vicente. Os policiais foram responsáveis pela prisão de um holandês procurado por tentativa de homicídio pela Organização Internacional de Polícia Criminal, conhecida mundialmente como Interpol. O homem, que já era investigado por tráfico de entorpecentes, foi detido no dia 28 de fevereiro e com ele foram encontrados 41,4 quilos de ecstasy.
Polícia Científica
Por parte da Polícia Técnico-Científica, foram agraciados dois profissionais que muito têm contribuído com a instituição. Um deles é o Coordenador da Frota do Instituo Médico Legal (IML), Edilton José Barros Azevedo. Há 28 anos na SPTC, ele é responsável por chefiar a recolha de cadáveres na Capital e já atuou em ocorrências de destaque, como o acidente que vitimou o jornalista Ricardo Boechat e também o atentado à Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano. Também foi homenageado o Auxiliar de necropsia Alan da Silva Ferreira, que atua há anos na SPTC e sempre de forma proativa ajudou a instituição.
Ataques à escola em Suzano e a agências bancárias em Guararema
Na solenidade, 76 profissionais da Segurança Pública que atuaram no caso do atentado à escola Raul Brasil, em Suzano, foram homenageados. Do total, foram agraciados 14 policiais militares, 32 civis e 30 técnico-científicos.
Além disso, outros 74 policiais (31 militares, 41 civis e dois técnico-científicos) foram homenageados por terem impedido o assalto em agências bancárias, localizadas na cidade de Guararema. Foram apreendidos oito fuzis, quatro pistolas, duas calibres 12, explosivos e coletes balísticos. Até o momento, seis pessoas foram presas.




Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.