Estado de SP conquista primeiro lugar no Prêmio Nacional do Turismo


Liderança da Secretaria de Turismo foi obtida na categoria ‘Melhoria do Ambiente de Negócios e Atração de Investimentos’

Da SECOM - Governo de SP

A Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo ganhou, na quarta-feira (4/12), o Prêmio Nacional do Turismo, concedido pelo Ministério do Turismo. A cerimônia foi realizada no Palácio das Artes, em Belo Horizonte, com a participação de autoridades e representantes do setor.
A pasta ficou em primeiro lugar na categoria “Melhoria do Ambiente de Negócios e Atração de Investimentos”, pela realização do programa São Paulo Pra Todos, lançado no começo deste ano.
Um dos principais resultados da iniciativa foi a abertura de 700 novas frequências semanais em todo o Estado, como contrapartida das companhias pela redução do ICMS sobre o combustível de aviação, de 25% para 12%.
“Frequências aéreas dinamizam a economia local em vários setores, encurtando as distâncias entre o potencial econômico e sua efetiva exploração”, afirmou o secretário de Turismo do Estado, Vinicius Lummertz, presente no evento. “Agradeço por esse reconhecimento em nome de nossa equipe e do Governador João Doria, um grande conhecedor do turismo e apoiador da causa”, acrescentou.
Desenvolvimento regional
Além dos voos, o programa permitiu a ativação de aeroportos de menor movimento no interior do Estado, incentivando o desenvolvimento regional. No ano passado, havia nove aeroportos com voos regulares no Estado. Hoje, já são 13. Mais cinco serão abertos no primeiro semestre de 2020.
“A conexão aérea tem uma cidade como destino, mas a dinamização econômica se dá por toda a região. Além disso, o serviço aéreo está mais racional, não havendo a necessidade de deslocamentos até os grandes centros para conexões”, disse Vinicius Lummertz.
Outra ação importante do programa São Paulo Pra Todos foi o lançamento, em parceria com as aéreas, do serviço de stopover nos principais aeroportos do Estado: Congonhas, Guarulhos e Viracopos. A iniciativa permite que os passageiros com conexão em São Paulo possam fazer uma parada de até três dias, sem custo adicional no preço do bilhete.
“A ideia é estimular esse viajante a parar por um tempo em São Paulo, usufruir dos serviços que a cidade oferece, e ter tempo para conhecer outros destinos, no interior ou no litoral”, enfatizou o secretário. Gol, Azul, Passaredo e Latam já oferecem o serviço.
Ainda como parte do acordo, as companhias se comprometeram a divulgar em suas aeronaves o vídeo da campanha publicitária do programa, que já tem versões em português, inglês e espanhol e também está sendo transmitido pela rede CNN no mundo inteiro.

Segunda fase
No começo desta semana, Lummertz e o Governador João Doria se reuniram com administradoras de cartão de crédito, representantes de bancos, meios de pagamento e shoppings centers para apresentar a segunda fase do São Paulo Pra Todos.
A proposta agora é criar atrativos locais e outras motivações para que o turista pare no Estado e tenha produtos e serviços à disposição. “Isso fará com que, tantos os meios de pagamento quanto os shoppings sejam, ao mesmo tempo, indutores e beneficiários desse aquecimento comercial”, disse.
Para o secretário, os bons números do turismo paulista neste ano servem como um incentivo ainda maior para que o programa tenha continuidade. No primeiro semestre, as atividades turísticas cresceram 7,7% no Estado em comparação ao mesmo período de 2018. Apenas em setembro deste ano, o crescimento foi de 10,4%, segundo a última Pesquisa Mensal de Bens e Serviços do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.