Divulgada em Bananal a programação do Carnaval 2020


Prefeitura reduz a folia de 5 para 4 noites e alega dificuldades financeiras
para adequar a programação ao "Orçamento Possível"

Da Redação, com informações e fotos da Prefeitura de Bananal

Faltando um mês para o Carnaval 2020, a Prefeitura de Bananal divulgou a programação oficial com o cronograma das atrações e desfiles de blocos.

O Edital de licitação para a organização da folia ainda não foi lançado, mas pela programação é possível verificar que, mais uma vez, não haverá shows ao vivo e palco. A sonorização será mecânica, abrangendo o trecho principal da rua Manoel de Aguiar, além das praças Pedro Ramos (Matriz) e Rubião Júnior (Rosário).

A folia não terá 5 noites de bailes populares como ocorria desde a década de 1990. Será organizada durante 4 dias no final de fevereiro, de 22 (sábado) a 25 (terça-feira). Na sexta-feira (21), estão programados apenas a montagem e o teste da sonorização a ser instalada no centro histórico.

Os bailes populares serão encerrados às 2 horas da manhã e não mais às 4 horas como era tradicionalmente. A praça de alimentação terá permissão para funcionar até as 3 horas da madrugada, durante a dispersão do público.

No comunicado que acompanha a divulgação da programação oficial, a Prefeitura alega que, apesar das dificuldades financeiras, está se esforçando para realizar um bom carnaval para as famílias locais e visitantes. "Adequamos a programação ao "Orçamento Possível", que com certeza garantirá um evento organizado e seguro pra todos. A exemplo do carnaval 2019, onde foi possível cidadãos curtirem a folia com toda sua família e com muita animação. Os animados blocos e a tradicional caminhada carnavalesca completarão a festa!", afirma o comunicado.

A programação se sustenta nos desfiles dos blocos, duas matinês (sábado e segunda) e dois dias de Caminhada Carnavalesca (domingo e terça).


A abertura oficial na rua Manoel de Aguiar está programada para as 20 horas do sábado (22). Mas antes, às 16 horas, haverá Matinê Infantil com banda de marchinhas na Praça Rubião Júnior (Largo do Rosário).

A sonorização mecânica para os bailes populares nas 4 noites será acionada antes e depois dos desfiles dos blocos até o horário limite estipulado pela prefeitura.


Após a abertura oficial, o primeiro bloco a desfilar na "avenida da folia" será o Bloco Vira Copo, às 20 horas. Logo depois se apresenta o Bloco da Boa Morte, às 21h, seguido pelo Bloco Pergunta Lá, às 22 horas.


No domingo (23) a concentração para a primeira Caminhada Carnavalesca começará às 16 horas na Praça Dona Domiciana, ao lado da antiga Estação Ferroviária. O Trio Elétrico que puxa o cortejo de foliões percorrerá as ruas do centro histórico até chegar na Praça Rubião Júnior, onde comandará a festa até as 20 horas.


Na Manoel de Aguiar os desfiles de domingo começam às 19 horas com o Bloco Perguntinha. Às 21 horas o Bloco Unidos da Vila fará o seu desfile de fantasias com o enredo "Paixão Caipira" embalado por sua bateria. Uma hora depois será a vez da irreverência do Bloco das Piranhas invadirem a avenida.

Na segunda-feira (24), uma nova edição da Matinê com marchinhas para as crianças de todas as idades será iniciada às 16 horas na Praça Rubião Júnior.


No mesmo horário (16h) o Bloco Banana Fla realiza seu desfile na Manoel de Aguiar. O Bloco da Palha, com fantasias e bateria, se apresentará às 21 horas, seguido pelo Bloco do Fritz às 22 horas e pelo Bloco Pé de Cana, às 23 horas.


O último dia de folia na terça-feira (25), terá como principal atração a segunda Caminhada Carnavalesca da festividade, às 16 horas, com o Trio Elétrico concentrado na Praça Rubião Júnior. Ele voltará a circular pelo centro da cidade, circundando a Praça Pedro Ramos (Matriz) até as 20 horas, quando terá início a sonorização mecânica e desfile de blocos (não especificados na programação) na Manoel de Aguiar.

´


Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.