Prefeitura de Bananal reavalia duração da sonorização no Carnaval 2020


Após reunião com o Comando da PM, Prefeitura reavalia retomar o horário do ano passado, com encerramento às 3 da manhã

Da Redação, com informações e fotos da Prefeitura de Bananal

Uma reunião entre representantes da Prefeitura de Bananal e do Comando regional da Policia Militar pode retomar o horário de 3 horas da manhã para o término dos bailes populares nas noites de folia do Carnaval 2020. O horário reedita a duração dos bailes populares do ano passado, que também terminaram às 3 horas da madrugada. A medida acordada com a PM se estende também ao município de Arapeí.

A mudança ainda não é oficial. A prefeitura chegou a divulgar a informação em rede social, com fotos do encontro, mas apagou a postagem minutos depois de publicá-la, na manhã desta terça-feira (28). Alguns internautas chegaram a compartilhar a postagem.

Desde o início dos bailes populares de rua em Bananal, na década de 90, o horário de encerramento era 4 horas, sendo que em algumas ocasiões eles foram estendidos até as 5 da manhã.

Na semana passada, ao divulgar o edital de organização do Carnaval 2020, a Prefeitura de Bananal havia definido que a sonorização iria até as 2 horas nas noites de folia, entre 22 e 25 de fevereiro. A medida gerou insatisfação para o público que pretende brincar na cidade. Em contraponto, agradou quem entende que os bailes geram confusões no centro histórico.

Os prefeitos de Bananal, Carlindo Nogueira Rodrigues, e de Arapeí, Edson André de Souza, tiveram o encontro com o representante regional da Policia Militar, Capitão Sobral, e o Comandante da PM em Bananal, Sargento Silva, na manhã de segunda-feira, 27 de janeiro. Os secretários das pastas de Turismo dos dois municípios também participaram. Outro ponto abordado na reunião foi o efetivo da PM a ser deslocado para o policiamento ostensivo no período carnavalesco.

O horário de 2 horas da manhã para encerramento da sonorização vem sendo um pedido recorrente do Comando da PM junto às prefeituras há, pelo menos, 3 anos. A diminuição do efetivo e a necessidade de conciliar o trabalho da corporação ao período carnavalesco em toda a região valeparaibana fundamentam a solicitação. Entretanto, a decisão final sobre a duração da festa cabe aos municípios.

O senso comum para conciliação entre PM e Prefeituras seria o horário de 3 horas. Bailes populares em carnavais como o de Bananal, onde há grande número de blocos, com desfiles terminando próximos à meia noite, ficam inviáveis somente com duas horas de duração. A tendência é que o horário de 3 horas da manhã passe a ser definitivo para a organização do reinado de Momo nos próximos anos, pelo menos no Vale Histórico.

Caso se confirme a alteração do horário, um ponto a ser observado será o Edital já lançado para a licitação do Carnaval. Em seus itens, a duração da sonorização se encerra às 2h da manhã. A alteração no horário pode ocasionar mudança nos valores estimados e até mesmo a elaboração de outro Edital, faltando menos de um mês para a festa carnavalesca. 

Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.