Bananal mantém número de casos suspeitos, enquanto sobem as notificações no Vale do Paraíba


Queluz registrou primeiro caso suspeito. 
Situação no Sul Fluminense se agrava com aumento de casos confirmados

Pelo oitavo dia consecutivo, Bananal manteve, no dia 30 de março, o número de notificações com os mesmos 2 casos suspeitos registrados no dia 22 de março. O não surgimento de novas notificações no período mostra que as medidas restritivas adotadas pela prefeitura e acatadas pela grande maioria da população estão surtindo efeito.

Conforme orientação repetida pelas autoridades em saúde, incluindo ontem pelo ministro Mandetta em coletiva à imprensa, os indicadores servem para mostrar a realidade dos 14 dias anteriores à data da divulgação, já que é esse o período de encubação do novo coronavírus no organismo humano.

Sendo assim, continua a expectativa sobre os resultados dos exames dos casos suspeitos em Bananal. O de uma criança e o de uma pessoa servidora do setor de saúde que seguem em quarentena, assim como seus familiares.

Em Queluz, a prefeitura informou em nota o registro de seu primeiro caso suspeito. Uma mulher de 51 anos foi encaminhada para cuidados hospitalares. Foi seguido  então o protocolo de notificação à secretaria estadual e a coleta de material para exame a ser encaminhado para o Centro de Laboratório Regional do Instituto Adolfo Lutz em Taubaté. É a quarta* suspeita registrada nos pequenos municípios do extremo leste do Vale Histórico, somada aos dois casos de Bananal.


  

Resultados dos Exames

Ontem, a Secretaria de Estado da Saúde informou que o Instituto Adolfo Lutz da capital, que concentra os testes da região metropolitana, está com uma demanda que é o triplo de sua capacidade atual de análise, de 400 testes. O governo estadual pretende expandir essa capacidade para 1.8oo testes por dia nas próximas duas semanas, contando com o reforço do Instituto Butantan. A realidade do Centro de Laboratório Regional do Instituto em Taubaté, para onde são enviados os testes no Vale do Paraíba, não foge desta realidade.

Casos na RM Vale

Às 20h30 de segunda-feira (30), o quadro regional mostrava 32 casos confirmados em São José dos Campos e outros 6 distribuídos em Taubaté, Jacareí e São Sebastião, sendo 2 casos em cada um deles.

Ontem foi confirmada mais uma morte na RM Vale pela doença. Um homem de 60 anos que faleceu no dia 23 em São Sebastião. Duas mortes naquele município aguardam resultado para confirmar a causa. Outros 14 óbitos de pacientes com os sintomas da doença na região aguardam resultado para confirmação. As mortes ocorreram em Cachoeira Paulista (2), Guaratinguetá (2), Pindamonhangaba (2), Taubaté (2), Jacareí (2), São José dos Campos (3) e Caraguatatuba (1).

Sul Fluminense

Volta Redonda teve 5 novos casos de Covid-19 confirmados na segunda-feira. Três homens com 38, 59 e 81 anos de idade, uma mulher de 39 e um menino de 5 anos. Os novos casos ainda não entraram nos registros oficiais do estado. Agora, a cidade do aço, que tem uma morte confirmada, soma 38 pacientes com a doença. O número de suspeitos saltou para 238 casos.


Em Barra Mansa, o prefeito Rodrigo Drable informou que a cidade registrou 3 novos casos de Covid-19. Em função disso, ele adiantou que poderá adotar medidas de restrição de mobilidade urbana. Em nova live à noite, Drable abordou a dificuldade na aquisição de testes rápidos e o empenho para que não faltem EPIs para os profissionais médicos da rede hospitalar do município. 

Também ontem foram registrados os primeiros casos de coronavírus nos municípios de Pinheiral e Angra dos Reis. Em Resende, foi confirmado o terceiro caso da doença.

Em todo o estado do Rio já ocorreram 18 mortes e a confirmação de 657 casos de Covid-19.

Brasil

No país o número de mortes em razão do novo coronavírus subiu de 136 para 159. Um aumento de 16% em 24 horas. Já os casos confirmados saíram de 4.256 para 4.579.

* N.R. - O caso suspeito em Queluz foi o quarto e não o terceiro a ser registrado na região como constou equivocadamente no texto original. A informação foi corrigida.
Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.