Natural de Bananal, Luciano Campos completa 7 dias desaparecido em Angra dos Reis

Morador do Parque Mambucaba, ele desapareceu no dia 15, após o horário de almoço com a camisa da distribuidora de alimentos Mega Angra

Por Ricardo Nogueira

Natural de Bananal e morando há anos em Angra dos Reis, Luciano Campos de Carvalho, 58 anos, está desaparecido desde a última terça-feira, 15 de junho.

Segundo informações divulgadas por amigos e familiares, ele saiu para almoçar e não retornou. Na ocasião, ele vestia uma camisa de uniforme da empresa Mega Angra, uma Distribuidora do ramo atacadista de alimentos localizada no mesmo bairro onde reside, o Parque Perequê, em Mambucaba. Desde então não foi mais visto e nem se comunicou.

O alerta do desaparecimento está desde o dia 17 na página Alerta Perequê, solicitando informações sobre o seu paradeiro.

Com o passar dos dias sem notícias, a mobilização se amplia. A "Associação Beneficente O Resgate" publicou banner com sua foto na condição de "Desaparecido", divulgando telefones do Disque Denúncia da Policia Civil (197), da cidade de Angra (0300 253 1177) e o 181 Disque Denúncia, além do Disque Direitos Humanos (100).

Os alertas salientam a preocupação dos familiares.

Luciano fez aniversário no dia 11 de março. Seu perfil no Facebook é pontuado por fotos na natureza e mensagens religiosas. Ele é evangélico pentecostal. Celebrando seu natalício, externou o sentimento de que os dias passam rápido e que a fé em Deus o sustenta, finalizando com um agradecimento "...ao nosso Deus. A Jesus Cristo, meu salvador, Glórias a Jesus".

 



Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.