A repercussão da perda de Plinio Graça na imprensa regional.

Jornal da TV Vanguarda (repercutida também na Rádio Mantiqueira e no Blog Comunidade Farmácia Brasileira) 

Bananal: Morre Plínio Graça, dono da farmácia mais antiga do Brasil


Estabelecimento foi aberto pelo francês Tourin Domingos Mosnier, em 1830
Morreu aos 87 anos, o farmacêutico Plínio Graça, dono da Pharmácia Popular de Bananal (a mais antiga em funcionamento no Brasil). Há 7 meses, ele descobriu um câncer de estômago que já estava em estado avançado. E nesta quinta-feira (30), ele morreu na casa da irmã, que é anexa ao estabelecimento.

Credito: Renato Ferezim / VNews

Graça foi vereador, vice-prefeito e prefeito de Bananal por dois mandatos. Viúvo, o farmacêutico deixa um filho. O velório está sendo realizado no Necrotério Municipal e o sepultamento será realizado no Cemitério Municipal, às 10h, desta sexta-feira (1/7).




Assista a uma reportagem sobre a farmácia que foi ao ar em 2010







História

A ‘Pharmácia Popular’ de Bananal é considerada a mais antiga em funcionamento no país. Até hoje vende remédios. Aberta pelo francês Tourin Domingos Mosnier, em 1830, com o nome de Pharmácia Imperial, o estabelecimento passou por uma reforma no século 19, onde ganhou traços neoclássicos. Com o fim do império, o nome foi mudado para Pharmácia Popular.

Credito: Renato Ferezim / VNews
Fachada clássica da 'Pharmácia' de Bananal


Em 1922 a farmácia foi vendida para o pai de 'Seu' Plínio, com a condição de que nada no prédio fosse alterado. Ladrilhos franceses, balcões em madeira da época e um gradil separando o balcões dos remédios do espaço onde a clientela tem acesso. Em uma das prateleiras, frascos onde eram depositados cocaína e heroína, na época utilizados como anestésicos.

Credito: Renato Ferezim / VNews
'Seu' Plínio fazendo o que mais gostava


Nas prateleiras também, livros de receitas e com informações sobre doenças, todos em francês, o idioma do primeiro farmacêutico a chegar na cidade.
Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.