Corrida eleitoral começa com 4 candidatos a prefeito e 83 a vereador.


  A primeira etapa de registro de candidaturas pelos partidos politicos e coligações foi encerrada na última quinta-feira, 05 de julho.

  Dos 16 partidos politicos com representação em Bananal, 14 participarão do pleito eleitoral distribuidos em 4 coligações para as eleições majoritárias (prefeito e vice) e 6 formações para as eleições proporcionais (vereador).
 
  A corrida pelo Paço Municipal na majoritária terá três homens e uma mulher na disputa.

  O atual presidente da Câmara, Antônio Carlos Ramos da Silva, o Godô, é candidato a prefeito pelo Partido Progressista (PP) e concorrerá com o número 11. Tendo como  vice prefeito o ex vereador Totonho da Vila, Godô é apoiado por uma coligação de 4 partidos. Além do PP, formam a coligação "A Força do Povo para o Bem de Bananal" os partidos PHS, PSD e Democratas.

  Pleiteando a reeleição, o prefeito David Morais formou a coligação "Unidos por Bananal" do seu partido, o PSB, com as siglas PTB, PPS e PMDB. Sob o número 40, ele traz como companheiro de chapa o ex secretário municipal de esportes do inicio de sua administração José Sciotta Filho, o Zito.

  O tucano Jorge da Silva Rodrigues Filho, o Peleco, concorre com o número 45 e também conta com o apoio formal de 4 partidos: PSDB, PRP, PDT e PRB na coligação "Bananal em Boas Mãos". É o único a trazer uma mulher como candidata a vice, a comerciante do ramo de crochê Laura Maria de Andrade Olimpio.

  A ex prefeita (2005-2008) Mirian Ferreira de Oliveira Bruno quer retornar ao principal cargo do Executivo com uma dobradinha entre o seu novo partido, o PV do número 43, com o PT, que indicou seu candidato a vice, o empresário Reginaldo Luiz Amorim, o Rei Magazine. Sua coligação é denominada "Novo Tempo para Bananal".

ELEIÇÕES PROPORCIONAIS

  Após o término do primeiro prazo para registro de candidaturas ao cargo de vereador, 83 pessoas foram inscritas pelos partidos que se dividiram em 5 coligações e 1 partido isolado.

  Os partidos de apoio a Godô para prefeito se subdiviram em duas coligações: "A Força do Povo", formada por PP e PSD, e "Para o Bem de Bananal", integrada por PHS e Democratas.

  Outra subdivisão foi efetuada nas agremiações de apoio a Peleco. O PRB saiu sozinho e os outros 3 partidos formaram a coligação PSDB/PRP/PDT.

  As formações de apoio a David Morais (PSB/PTB/PPS/PMDB) e a Mirian Bruno (PV/PT) foram mantidas no sufrágio proporcional.

  A previsão é de que pelo menos outros 10 candidatos se apresentem para concorrer a vereador até o final do prazo de registro para vagas remanescentes em 08 de agosto, atingindo um número de candidatos bem superior ao registrado nas eleições de 4 anos atrás.

  Desde o dia 6 de julho os 4 candidatos a prefeito e os 83 candidatos a vereador registrados podem fazer campanha, mas todos eles ainda precisam aguardar o julgamento da justiça eleitoral para deferir ou não suas candidaturas.
Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.