Bananal recebe show de Jorge Vercilo neste 6 de setembro.



  Em mais uma atração do Projeto Circuito Cultural Paulista, do governo do estado, Bananal recebe neste dia 6 de setembro um dos maiores nomes da música brasileira: o cantor, compositor e violinista Jorge Vercilo.

  O show começa às 20:30h na Praça Rubião Júnior (Largo do Rosário) e deve atrair grande público. Um palco está sendo especialmente montado, em frente ao Solar Aguiar Valim.

  Jorge Vercilo, em duas décadas de carreira, tem mais de 1,5 milhão de CDs e DVDs vendidos.

  Lançou 10 CDs inéditos e 5 DVDs, tendo conquistado 1 Disco de Platina, 3 Discos de Ouro e 2 indicações ao Grammy Latino (2007 e 2009). Suas canções já foram gravadas por grandes nomes da nossa música, como Ana Carolina, Maria Bethânia, Caetano Veloso, Buchecha, Leila Pinheiro, Luiza Possi, Danilo Caymmi, Pedro Mariano, Jorge Aragão, Peri Ribeiro, dentre outros. 

  O ano de 1993 foi o marco da carreira do cantor. Em seu disco de estréia, "Encontro das águas" (Continental), duas canções do repertório se tornam sucessos nas rádios do país: "Encontro das águas", que fez parte da trilha da novela Mulheres de Areia, e "Praia Nua", da novela Tropicaliente, ambas da TV Globo.

  Com o segundo álbum, "Em tudo que é belo" (Continental), em 1996, foi indicado para o Prêmio Sharp 1997 na categoria Melhor Cantor Pop.

  Em 1999, por selo independente, lançou o disco "Leve" com a música "Final Feliz", de sua autoria, gravada em duo com Djavan. A canção bombou nas rádios e foi regravada nas vozes de Caetano Veloso e Alexandre Pires.

  O sucesso de "Final Feliz" se estendeu por 2000, levando-o ao palco do Canecão, RJ. A repercussão de uma única apresentação numa casa de espetáculos lotada chamou a atenção de vários executivos de gravadoras multinacionais e Vercillo assinou com a sua atual gravadora, a EMI Music. Relançou o álbum "Leve", no final daquele ano e o disco rendeu ainda os sucessos “Leve”, “Avesso” e “Em órbita”.

  Em 2002, Jorge Vercillo lançou "Elo",  e emplacou novos sucessos como “Que nem maré” (música mais executada nas rádios de todo o país naquele ano), “Homem-aranha” (um dos maiores sucessos da carreira do compositor) e “Fênix”. Esta última, criada em parceria com Flávio Venturini, foi tema da minissérie “A Casa das Sete Mulheres”, da TV Globo. Ainda no repertório desse disco, a canção “O reino das águas claras”, foi tema da nova versão do programa infantil “Sítio do Pica-Pau Amarelo”.

  No ano de 2003, mais uma canção do músico ocupa as primeiras posições nas rádios. "Encontro das Águas", gravada em duo com Jorge Aragão, faz parte do CD e DVD "Jorge Aragão Convida - Ao Vivo".

  Os anos seguintes foram de parcerias e apresentações com os principais nomes da música brasileira e trabalhos marcantes experimentando novos ritmos.

  Jorge Vercilo é um talento ímpar, que Bananal tem a primazia de conhecer, ao vivo na Praça, numa apresentação marcante para a história cultural da cidade.
 
Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.