Interior de SP registra queda de homicídios, estupros e roubos em julho


No sétimo mês do ano, também houve redução de indicadores de e furtos na região do Estado, na comparação com igual período de 2018

O interior do Estado de São Paulo fechou o mês de julho com redução nos casos e vítimas de homicídios e em todas as modalidades de roubos e furtos, na comparação com igual período em 2018. Além disso, o número de prisões teve recorde no interior. Em todo o Estado também houve redução nos indicadores homicídios, latrocínios e estupros. Os dados completos estão disponíveis no site da Secretaria de Segurança Pública.
As mortes intencionais recuaram 30,5% em julho, no interior paulista. Com 39 casos a menos, o indicador passou de 128 para 89. A quantidade de vítimas reduziu de 29,5% (de 132 para 93). Os números são os menores já registrados na série histórica, iniciada em 2001.
Com as reduções, as taxas dos últimos 12 meses (de agosto de 2018 a julho de 2019) ficaram em 6,44 casos e 6,67 vítimas para cada grupo de 100 mil habitantes – as menores, se analisada a série histórica.


No período, as extorsões mediante sequestro ficaram zeradas pela quarta vez na série histórica. Os estupros, reduziram de 7,7%, passando de 505 registros em julho de 2018 para 466 no mês passado.
Os casos de latrocínios registraram dois registros a mais em julho de 2019, de seis para oito (33,3%). O indicador de vítimas de roubos seguido de morte passou de sete para oito no período mensal, aumento de 14,3%.
Roubos e furtos
O interior do Estado terminou o sétimo mês do ano com redução em todas as modalidades de roubos e furtos, se comparado a igual período do ano anterior. Com 377 casos a menos, os roubos em geral tiveram queda de 7,4%, passando de 5.116 para 4.739. É o menor número da série histórica.



No indicador roubos de veículo, a redução foi de 16,2%, com 174 ocorrências a menos. O total passou de 1.072 para 898 na comparação com os meses de julho de 2018 e 2019. A quantidade é a menor da série histórica.
A queda no indicador de roubos de carga foi de 17,6%, com 34 ocorrências a menos (de 193 para 159). Os roubos a banco ficaram zerados pela primeira vez, após um registro em julho do ano passado.
Os furtos de veículos reduziram 10,3%, com 2.666 casos registrados no mês passado, ante 2.972 em igual período do ano passado. A tendência se estendeu para os furtos em geral, que caíram 0,1% (de 19.286 para 19.272) e alcançaram o menor total da série.
Outros indicadores
Em julho, o trabalho das polícias paulistas resultou em 10.523 prisões no interior de São Paulo – aumento de 4,5% e recorde para o período. Além disso, 2.775 flagrantes de tráfico de drogas foram registrados e 688 armas de fogo foram retiradas das ruas no período.

Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.