Aplicação do Pisa para Escolas na rede estadual prossegue nesta segunda (25) e na terça (26)


São Paulo é o primeiro Estado do Brasil a aderir ao Programa Internacional de Avaliação de Estudantes, da OCDE

A aplicação das provas do Pisa para Escolas na rede estadual de São Paulo, iniciado na sexta-feira (22), prossegue nesta segunda (25) e na terça-feira (26). O exame integra o Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa, na sigla em português) e é uma iniciativa da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).
A prova é digital e contará com itens de leitura, matemática e ciências, e mais 30 minutos para preencher um questionário contextual. Os questionários procuram coletar informações sobre o histórico escolar, o contexto socioeconômico dos alunos, suas oportunidades, ambientes de aprendizagem, além do engajamento e atitudes dos estudantes com relação à aprendizagem e ao ambiente escolar.
Os exames chegaram às unidades de ensino na quinta-feira (21). O Pisa para Escolas também mensura a percepção das relações entre professores e alunos. “Sempre queremos fornecer subsídios para as tomadas de decisão da Secretaria da Educação, com o intuito de aprimorar o setor. O Pisa trará dados importantes para que possamos melhorar ainda mais a aprendizagem ao longo da gestão”, salienta Caetano Siqueira, coordenador da Coordenadoria Pedagógica (COPED), da pasta.
Pioneirismo
São Paulo será o primeiro Estado do Brasil a aderir ao programa. Em 2017, um projeto piloto denominado Pisa-S reuniu 44 unidades públicas e privadas do Brasil, incluindo unidades de São Paulo, em uma iniciativa promovida pela Fundação Lemann.
A Escola Estadual Professor Mario Florence, localizada em Novo Horizonte, teve um resultado acima da média no exame. No campo da leitura, o desempenho médio dos alunos foi de 410,3 pontos – a média do Brasil no Pisa 2015 (o mais recente) foi de 407 pontos. Em matemática, os estudantes conquistaram 378,9 pontos, ligeiramente maior ao desempenho médio de 377 pontos obtidos pelos alunos brasileiros no Pisa 2015.
“São resultados expressivos e que mostram que o Pisa adicionará muito para nossa rede, tanto como forma de aprimorar índices como instrumento de melhoria da aprendizagem”, pontua o secretário-executivo da Educação, Haroldo Rocha.
Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.