Volume do rio Bananal aumentou com chuva na madrugada de sexta-feira (17/01)

Volume do rio Bananal ficou próximo do limite na área urbana e transbordou entre a Cerâmica e a Fazenda Três Barras. Foto: JULIANA SILVA/Facebook

Volume do rio Bananal ficou próximo do limite na área urbana e
transbordou entre a Cerâmica e a Fazenda Três Barras

Da Redação, com informações do INMET, INEA e do Monitoramento Climático Fluminense

Depois das 2 horas da madrugada desta sexta-feira, 17 de janeiro, uma chuva intensa caiu sobre a área territorial de Bananal e se prolongou até o início da manhã.

Por volta das 5 horas da manhã o rio Bananal aumentou consideravelmente o seu volume e o nível chegou próximo do limite na área urbana da cidade.

Às margens da rodovia dos Tropeiros (SP-68), ele transbordou, alagando terrenos em áreas entre o bairro da Cerâmica e a Fazenda Três Barras.


Trecho entre a Cerâmica e as Três Barras antes e depois do transbordamento. Imagens: ERICH AGUIAR

Apesar do transbordamento naquele trecho, o nível do rio Bananal atingiu 4.4 metros na estação de monitoramento do Inea, no Rialto.  Bem abaixo de suas cotas de segurança (5.36 metros) e de transbordamento (6.7 metros).

A previsão do Climatempo para o volume de chuva em Bananal nesta sexta-feira foi de 45 mm para 20 mm após o temporal da madrugada. A temperatura deve variar entre 19º e 26º, com ventos soprando a 18 Km/h.


ALERTA NO ESTADO DO RIO

O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) emitiu um alerta VERMELHO de chuva forte e volumosa para todo o estado do RJ ao longo de toda essa sexta-feira.

Após o alarme soado às 10 horas para um provável transbordamento em decorrência das chuvas em sua cabeceira, o rio Barra Mansa começou a baixar cerca de uma depois.

Segundo a estação de medição do Inea, o rio ultrapassou a cota de segurança que é de 1.6 metros e estava chegando na cota de transbordamento, de 2 metros. O volume do rio chegou a 1.89 metros. A população da região Leste da cidade de Barra Mansa, por onde esse rio passa, foi orientada a ficar em alerta máximo nas horas seguintes.

A frente fria avançou pelo litoral Fluminense no inicio da madrugada e, conforme ela for avançando pelo litoral Fluminense no decorrer do dia, novas áreas de instabilidades vão se formando e isso espalhando por todas as regiões do estado provocando mudança brusca no tempo.

A chuva esperada preocupa. Na primeira etapa ela vem na forma de temporais generalizados, podendo acumular bons volumes em pouco tempo em várias cidades. Além disso, fortes rajadas de vento e possibilidade de queda de granizo estão nesse pacote dos temporais.

Na segunda etapa são esperadas chuvas mais persistentes, que vão variando de intensidade. O tipo de chuva que sempre acumula grandes volumes e é responsável por transbordamentos de rios e grandes alagamentos.

Ao longo do dia os acumulados de chuva no estado do RJ devem variar entre 30 mm e 100 mm. Na região da Costa Verde, Grande Rio e região Serrana a chuva pode passar facilmente dos 100 m, gerando grandes transtornos para a população.

Atualizada às 12h27
Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.