Cai para 7 em Bananal o número de suspeitas de infecção por coronavírus.


De ontem para hoje (16), mais 4 casos suspeitos de Covid-19 foram descartados em Bananal. O número de isolamentos domiciliares foi reduzido para 11 monitorados.

Dessa forma, o Boletim Epidemiológico nº 26/2020 desta quarta-feira, divulgado há pouco, mostra que o município tem 7 casos suspeitos, 22 descartados e 11 em isolamento domiciliar. A maior parte dos descartados são os profissionais da saúde que tiveram contato com a médica plantonista de Volta Redonda que testou positivo e, depois negativo, para Covid-19 na semana passada.

Em vídeo divulgado ontem, o prefeito Carlindo Nogueira Rodrigues e o secretario de saúde Pedro Luiz Santos Fonseca destacaram o profissionalismo e responsabilidade da médica que tomou iniciativa própria de se isolar e comunicar o resultado dos exames a todos os municípios aos quais presta serviços.

Após o sobressalto, o quadro em Bananal vai se estabilizando na véspera da efetiva implementação do decreto municipal 699/2020 que obriga a utilização de máscaras de proteção nos estabelecimentos autorizados a funcionar no município. A partir deste dia 17, o estabelecimento que não obedecer os dispositivos do decreto ficará sujeito a punições.

RM Vale

Até ontem (15) a RM Vale totalizava 12 mortes confirmadas por Covid-19, segundo as secretarias municipais. Ocorreram óbitos em São José dos Campos (3 mortes), Caraguatatuba (2), São Sebastião (2), Santa Branca (1), Jacareí (1), Taubaté (1), Pindamonhangaba (1) e Cruzeiro (1). Este último, município referência em saúde para Bananal e municípios de menor porte do Vale Histórico que, por sua vez, ainda não tiveram nenhum caso confirmado até o momento.

Nesta quarta-feira as secretarias reportaram 9 novos casos que fazem a RM Vale chegar na casa de 200 infecções pelo novo coronavírus confirmadas. Alguns desses dados ainda não entraram nos registros do estado.

São Paulo

O Estado de São Paulo registrou nesta semana uma morte a cada 30 minutos pelo novo coronavírus. Os números desta quinta-feira (16) somam 853 óbitos pela COVID-19, com um média de 60 por dia. Somente hoje foram contabilizadas 75 novas mortes.

Os números desta semana também mostram ainda que, a cada dia, há pelo menos 100 novas internações de pacientes. Hoje, são 2,3 mil casos confirmados da doença internados em hospitais, sendo 1.115 em leitos de UTI e 1.264 em enfermarias.

Ontem, eram 2,2 mil internados; anteontem, 2,1 mil, o que comprova a demanda crescente.

O número de casos confirmados da doença chega a 11.568, ou seja, 2,6 mil a mais desde segunda-feira, quando eram 8.895 confirmados.
Já são 209 cidades com pelo menos um caso e 83 municípios com no mínimo um óbito. Entre as vítimas fatais, estão 507 homens e 346 mulheres. Os óbitos continuam concentrados em pacientes com 60 anos ou mais, totalizando 79,3% das mortes.

Brasil      

Em meio à troca de comando, o Ministério da Saúde divulgou hoje (16) novo balanço de casos confirmados e óbitos relacionados ao novo coronavírus. Os óbitos totalizaram 1.924, enquanto as pessoas infectadas chegaram a 30.425.
O número de mortes é 10% superior ao divulgado ontem (15), quando foram contabilizadas 1.736 mortes. Nas últimas 24 horas, 188 pessoas morreram, menos do que nos dois dias anteriores, quando foi batido o recorde de 204 novas mortes.
São Paulo concentra o maior número de óbitos (853), quase três vezes o número do segundo colocado, o Rio de Janeiro (300). Os estados são seguidos por Pernambuco (160), Ceará (124) e Amazonas (124).  
Além disso, foram registradas mortes no Paraná (41), Maranhão (37), Minas Gerais (33), Bahia (30), Santa Catarina (29), Pará (24), Paraíba (24), Rio Grande do Norte (20), Rio Grande do Sul (19), Espírito Santo (22), Distrito Federal (20), Goiás (16), Piauí (oito), Amapá (sete), Alagoas (cinco), Mato Grosso do Sul (cinco), Mato Grosso (cinco), Acre (cinco), Sergipe (quatro), Roraima (três), Rondônia (três) e Tocantins (um).
A taxa de letalidade do país ficou em 6,3%, mesmo índice registrado ontem.




Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.