Boletim desta segunda (13) mostra Bananal com 101 casos suspeitos e 18 positivados para covid-19


Município tem agora 2 pacientes internados ao mesmo tempo. Um com infecção confirmada e outro com suspeita de ter contraído o coronavírus

Por Ricardo Nogueira

Uma semana após o surgimento em sequência de novos casos confirmados de covid-19, Bananal atinge neste 13º dia do mês de julho o total de 18 pessoas com exames positivados (10 delas registradas no mês) e 101 com suspeita da infecção pelo novo coronavírus (uma delas internada e as outras 100 colocadas em isolamento domiciliar).

Em relação a sábado (11), o boletim epidemiológico de ontem (12) havia mostrado o surgimento de 2 novos casos suspeitos, sendo um deles encaminhado para internação e o outro colocado em monitoramento. Com isso, o indicador passou a somar 71 casos suspeitos. Já os casos confirmados permaneciam em 16 (contando 8 recuperados) desde a quinta-feira (9).

Nesta segunda-feira o quadro teve novo pico.

Em 24 horas foram registrados 30 novos casos suspeitos. Os 71 de ontem agora totalizam 101 casos suspeitos.

O indicador de positivados também subiu, saindo dos 16 de ontem para 18 casos confirmados hoje.

O cenário em Bananal é de franca piora. Tomando por base os parâmetros mundiais, de que o quadro atual reflete na verdade o cenário dos 14 dias anteriores, fica patente que a piora nos indicadores coincide com o relaxamento das medidas básicas de enfrentamento da doença, verificado e externado por vários internautas em redes sociais. São centenas de relatos sobre pessoas que insistem em não usar máscaras, obedecer as regras de distanciamento social e de higiene preventiva.

Surgem denúncias também de que, enquanto a maioria dos estabelecimentos comerciais cumprem à risca as normas impostas pelos poderes constituídos, existem  aqueles que insistem em funcionar à margem das orientações determinadas pelas autoridades sanitárias, apostando na possibilidade de não serem descobertos e terem seus alvarás de funcionamento suspensos.

Nos últimos dias, a Gazeta de Bananal foi contactada por 12 pessoas indagando como proceder para formalizar denúncia junto à Vigilância Epidemiológica. Todas elas sob a condição de fonte anônima. Os relatos são de estabelecimentos do centro da cidade e até da área rural recebendo turistas e fregueses habituais. Há também relatos de festas e churrascos em propriedades particulares.

Todos os denunciantes foram orientados a contactar o WhatsApp da Vigilância Epidemiológica: (12)  98132-6708. 

O número, para informações e denúncias, é divulgado em todos os boletins epidemiológicos, localizado na coluna da direita, abaixo dos casos recuperados.  


Brasil
Com 733 novas mortes por covid-19 registradas nas últimas 24 horas, o Brasil chegou ao total de 72.833 óbitos em função do novo coronavírus. A atualização diária foi divulgada pelo Ministério da Saúde no início da noite desta segunda-feira (13). O número de casos confirmados desde o início da pandemia chegou a 1.884.967. O sistema do Ministério da Saúde contabilizou 20.286 novos casos desde o balanço de ontem (12).
De acordo com o boletim do ministério, 657.297 pessoas estão em acompanhamento e 1.154.837 se recuperaram da doença. Há ainda 4.011 mortes em investigação.
O aumento foi de 1%, tanto do número de mortes quanto do número de casos confirmados da doença se comparado com os dados de ontem (12). Mas na última semana, o número de mortes cresceu 11,2%  e o número de casos confirmados, 16,1%.
Situação nos Estados
Os estados com mais mortes são: São Paulo (17.907), Rio de Janeiro (11.474), Ceará (6.947), Pernambuco (5.652) e Pará (5.293). As Unidades da Federação com menos falecimentos pela pandemia são: Mato Grosso do Sul (167), Tocantins (259), Roraima (397), Acre (430) e Amapá (478).
Os estados com mais casos confirmados desde o início da pandemia são: São Paulo (374.607), Ceará (137.206), Rio de Janeiro (132.044), Pará (126.509) e Bahia (106.891). As Unidades da Federação com menos pessoas infectadas registradas são: Mato Grosso do Sul (13.461), Tocantins (15.307), Acre (16.260), Roraima (22.627) e Rondônia (27.050).


Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.