No mesmo lote de Bananal, Areias também recebe 2 respiradores num total de 33 para a região de Taubaté.


Novos equipamentos chegam na semana em que a Vigilância Epidemiológica de Cruzeiro informou que aquele município atingiu 100% de ocupação nos leitos de UTI reservados para Covid-19

Por Ricardo Nogueira

Do lote de novos respiradores distribuídos pelo governo do estado na última semana, Areias, assim como Bananal, recebeu 2 aparelhos de um total de 33 encaminhados para os municípios da regional em saúde de Taubaté. Foram encaminhados 10 para a Santa Casa de Lorena (uma das referências em saúde para Bananal), 10 para a prefeitura de São José dos Campos, 6 para a Santa Casa de Ubatuba e 3 para o Hospital Mario Covas em Ilhabela.

A distribuição dos respiradores é técnica e feita para locais com maior demanda de internações por COVID-19 e estrutura para novos leitos, permitindo ampliação da capacidade de atendimento da rede pública de saúde.

Os equipamentos chegam na semana em que a Vigilância Epidemiológica de Cruzeiro - 1ª referência em saúde para o Vale Histórico - informou que aquele município atingiu 100% da ocupação dos leitos de UTI reservados para tratamento dos casos graves de infecção pelo novo coronavírus. Todos eles no Hospital Santa Casa de Cruzeiro.

No mesmo local, a taxa de ocupação da clínica médica está em 50% e o de Leitos para Suporte Ventilatório Pulmonar em 0%. No CISA (Centro Integrado de Saúde), a ocupação em clínica médica é de 8%.

Esses índices foram divulgados no dia 12, quando Cruzeiro atingiu 349 casos confirmados acumulados desde o início da pandemia, sendo 115 os casos ativos da doença. Os casos suspeitos eram  114, com 100 em isolamento domiciliar, 5 internados em UTI, 5 internados em clínica médica e 4 óbitos aguardando resultados de exames para definir a causa mortis.

Por ser a 1ª referência em saúde para os municípios de menor porte da região, a situação em Cruzeiro é determinante para a linha de ação dos demais no enfrentamento à doença. Nesse contexto, a chegada de novos respiradores ajuda a descentralizar as internações.

No geral, o Governo de São Paulo distribuiu, nos últimos dias, mais 178 respiradores para 40 cidades do interior, litoral e Grande São Paulo, incluindo a capital. Os novos equipamentos permitem a abertura de novos leitos de UTI (Unidades de Terapia Intensiva) e, assim, garantem atendimento aos casos graves provocados pelo novo coronavírus.

“Esses equipamentos significam novos leitos, que por sua vez aumentam a capacidade hospitalar em todo o estado e assim reforçam as defesas de nossos municípios no enfrentamento da Covid-19”, afirmou o secretário Marco Vinholi, de Desenvolvimento Regional.

Mais regiões

À Grande São Paulo serão enviados mais 55 ventiladores, sendo 5 para o Hospital Leito Irmã Annete em Embu das Artes, 10 para a Prefeitura Osasco e 40 para Prefeitura de São Bernardo do Campo.

Já a região da Baixada Santista receberá dez respiradores direcionados a Prefeitura de Santos. O Hospital Carlos Fernando Malzone, na região de Araraquara, receberá 4 equipamentos.

Para a região de Barretos serão destinados dois equipamentos, um respirador para a Prefeitura de Taiúva e outro para o Hospital Municipal Oscar Baptista de Carvalho na cidade de Guaraci. À região de Franca serão enviados 3 respiradores a Santa Casa de Ituverava.

Já para a região de São José do Rio Preto serão destinados 22 respiradores, sendo 2 para o Pronto Atendimento Dr. José Osmar S. Lopes, um para a Santa Casa de Jales, 4 para a Santa Casa de Monte Aprazível, 10 para o Pronto Socorro Santo Antonio, 4 para o Pronto Atendimento Fortunata Pozobom e um para a Santa Casa de Votuporanga.

Para a região de Sorocaba irão mais 9 equipamentos, sendo um para o Pronto Atendimento de Iperó, 4 para o Hospital Joaquim Raimundo e 4 para Santa Casa de Tatuí.

“Não temos medido esforços no combate à COVID-19. Já são 3,6 mil respiradores distribuídos às cidades para ampliação de leitos de UTI”, afirma o secretário de Estado da Saúde, Jean Carlo Gorinchteyn.

Também no interior, a região de Marília contará com reforço de 11 respiradores, sendo 2 para a Prefeitura Municipal de Echaporã, outros dois para a Prefeitura de Gália, três para a UPA de Tupã e um para cada um desses locais: UPA de Garça; Prefeitura de Guarantã; Prefeitura de Guaimbê e Prefeitura de Júlio Mesquita. Outros 6 vão para o Hospital São José, na região de Bauru.

Reforço

A região de Campinas receberá 8 respiradores, sendo 2 para a Prefeitura de Bom Jesus dos Perdões, 1 para a Santa Casa de Cosmópolis, 2 para a Prefeitura de Holambra, 1 para o Pronto Atendimento em Santo Antonio de Posse e 2 para a Prefeitura de Várzea Paulista.

Para a região de Presidente Prudente serão 15 equipamentos, sendo 5 para a Prefeitura de Dracena, 2 para a Santa Casa de Martinópolis, 2 para o Hospital e Maternidade Regente Feijó, 4 para a Prefeitura de Teodoro Sampaio e 2 para a Santa Casa de Tupi Paulista

Para enfrentamento à pandemia, o estado de São Paulo dobrou o número de leitos de terapia intensiva no SUS (Sistema Único de Saúde), ultrapassando 8,1 mil leitos do tipo.

Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.