Convenções definem nesta semana os candidatos em Bananal


A se confirmar as candidaturas, será a primeira vez, em décadas, que Bananal terá uma eleição ao cargo majoritário sem nenhum dos candidatos que disputaram a eleição anterior

Por Ricardo Nogueira

Reformulado devido à pandemia de Covid-19, o calendário eleitoral para as eleições municipais de 2020 reservou para o período entre 31 de agosto e 16 de setembro a realização das convenções municipais partidárias que irão definir as candidaturas a prefeito, vice-prefeito e vereadores.

Além das candidaturas - definindo números e nomes que constarão na urna eletrônica -, é nas convenções municipais que os partidos deliberam sobre coligações, limites de gastos de campanha, representantes perante a Justiça Eleitoral e outros assuntos estratégicos.  

Transcorridos os primeiros sete dias do período sem nenhuma convenção marcada, ficou para esta semana a definição das candidaturas em Bananal. A menos que ocorra uma pouco provável candidatura surpresa do prefeito em exercício, Carlindo Nogueira Rodrigues (Piá) pelo PTB, o cenário aponta que serão 4 as candidaturas majoritárias (prefeito e vice) na corrida pelo Paço Municipal.

Guinho e Furreka serão os candidatos a prefeito e vice-prefeito na "chapa pura" do PV

A primeira convenção partidária a ser realizada em Bananal será a do PSB (Partido Socialista Brasileiro) no dia 08 de setembro, próxima terça-feira. Além de lançar seus candidatos a vereador, o partido deve homologar em convenção o apoio ao candidato do PV (Partido Verde), Rubem César Amaral de Morais (Guinho), empresário do ramo de supermercados que já trabalhou na prefeitura durante os mandatos do Dr. Wilton Neri Pereira (1997-2004) e de seu irmão David Morais, no mandato 2009-2012. Ambos são filhos do ex-prefeito Sebastião Diniz de Morais (mandato 1983-1988). A candidatura de Guinho deve ser formalizada em convenção do PV no dia 10 de setembro. A sigla deve lançar "chapa pura" na eleição majoritária, tendo como candidato a vice-prefeito o ex-presidente da Câmara (2015-2016) Luiz Maurício Coutinho, o Furreka.

Eduardo do Banespa, do PSD, será candidato a prefeito com apoio do PP

No mesmo dia, o PSD (Partido Social Democrático) deverá lançar em convenção o nome do também ex-presidente da Câmara no primeiro biênio do atual mandato (2017-2018) Eduardo Mattos de Paula (Eduardo do Banespa). Em sua segunda tentativa de entrar na Câmara, Eduardo se elegeu  vereador em 2016 com 150 votos. O candidato a vice-prefeito para concorrer a seu lado ainda não foi divulgado pela pré-campanha, mas deve ser algum nome do PP (Partido Progressista) que já definiu que estará coligado ao PSD na eleição majoritária.

O quadro da disputa será completado no dia 12 de setembro, próximo sábado, em convenções que definirão outras duas candidaturas a prefeito. Coincidentemente, de dois candidatos com raízes no distrito de Rancho Grande.

Edson Aguiar (Ranchão) será o indicado ao cargo de prefeito pela coligação entre PDT-MDB, tendo como vice Zizinho da Ambulância

Uma coligação entre os partidos PDT e MDB indicará o empresário Edson Aguiar (Ranchão) para prefeito. Ele terá como candidato a vice-prefeito o motorista de ambulância e servidor público municipal José Maria Nogueira (Zizinho). Ele ganhou notoriedade anos atrás quando sua família foi contemplada com a reforma da casa no quadro "Lar, Doce Lar", do programa Caldeirão do Huck, na Rede Globo. Edson Ranchão foi candidato a vereador em 2016 (obtendo 34 votos) e a deputado estadual nas eleições de 2018, alcançando 341 votos.

À esquerda, Diego (PSDB), candidato a vice e, à direita, Dr. William (Republicanos) candidato a prefeito, em recente visita ao Palácio dos Bandeirantes.

No final da tarde de sábado ocorrerá a convenção do partido Republicanos e no início da noite a do PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira). As duas legendas irão se coligar na eleição majoritária, tendo na cabeça de chapa o comerciante e advogado William Landim da Silva (Dr. William, do Republicanos) e como candidato a vice-prefeito pelo PSDB o empreendedor Diego Zoccola Amorim, filho do ex vice-prefeito no mandato 2013-2016, Reginaldo Luiz Amorim (Rei Magazine). Dr. William foi o candidato a vereador mais votado em Bananal nas eleições de 2016, com 274 votos, mas não conseguiu cadeira porque seu partido da época não obteve legenda para assegurar a vaga. Entre 2017 e 2018, ocupou a Chefia de Gabinete na prefeitura de Bananal e atuou na pasta responsável por obras e serviços urbanos.

A se confirmar essas 4 candidaturas, será a primeira vez, em décadas, que Bananal terá uma eleição ao cargo majoritário sem nenhum dos candidatos que disputaram a eleição anterior. Neste caso, sem as candidaturas de Peleco, Godô, Mirian e Amós. Um quadro atípico na história política de Bananal, desde os anos 90 do século passado.


Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.