Falha geológica vai de Bananal até o extremo norte fluminense.

 
Falha BR 42 é desconhecida pela população.

O Brasil possui 48 falhas geológicas, ou seja, rachaduras na placa tectônica. Nenhuma delas tem potencial destrutivo de larga escala, mas podem provocar tremores de terra ou deslizamentos para acomodação do solo.
Uma dessas falhas, denominada BR 42, com centenas de quilômetros de extensão, tem início em área do município de Bananal, próxima à divisa com Barra Mansa.  De traçado diagonal, ela cruza por Volta Redonda, Barra do Piraí, Vassouras, sobe por Sumidouro,  São Fidélis e termina no extremo norte do litoral fluminense, quase no limite com o Espírito Santo.
Um estudo realizado em 2002, de um professor ligado à Universidade Federal de Minas Gerais, resultou no primeiro Mapa neotectônico do Brasil.
O trabalho explica que as falhas são pequenos blocos, de dimensões variadas, que recortam as placas tectônicas. Mesmo antigas, elas podem se abrir a qualquer momento para liberar energia. O maior número de falhas se concentra nas regiões sudeste e nordeste do Brasil. Os rios são apontados como maiores indicadores das falhas, pois geralmente correm ao longo das fissuras.   
Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.