Vereadores Mirins são empossados em Sessão Solene no Centro Cultural.


SAM_0456



























































































































































































































































































































































  Em sessão solene realizada no Centro Cultural Carlos Cheminand na noite de ontem, 07 de julho, foram empossados os primeiros vereadores mirins da história de Bananal.
  Eles foram eleitos, após votação nas escolas municipais, para o primeiro ano do biênio 2011-2012. Outros nove eleitos assumirão as vagas no próximo ano.
  A sessão solene foi comandada pelo Presidente da Câmara Municipal de Bananal, vereador Antônio Carlos Ramos da Silva (Godô) e teve como Mestre-de-Cerimônia a vereadora Lúcia Helena Nader Gonçalves.
  O evento contou com a presença dos edis Vilmar da Silva, Hercilia de Jesus Ramos Andrade e Álvaro Luiz Nogueira Ramos. Também foram registradas as presenças da ex-prefeita e ex-presidente da Câmara Municipal, Mirian Ferreira de Oliveira Bruno, do ex-vereador Luiz Antônio Moura de Souza (Totonho da Vila), do suplente de vereador e atual Presidente do COMTUR Luiz Eduardo Costa Gomes de Oliveira (Manolo).
  Como convidado especial, o vereador de Taubaté, Henrique Nunes, prestigiou a posse integrando a Mesa da sessão solene, juntamente com o Secretário Municipal de Educação, Sebastião Cláudio Guimarães e as diretoras das escolas municipais Prof. José Luiz Ferreira Guimarães, Profª Zenóbia de Paula Ferreira e Joaquim Francisco de Paula.
  Após a formação da Mesa, os nove eleitos foram chamados para subir ao palco: Pedro Enrico Nader Gonçalves Freitas, Ronny de Castro Gonçalves, Lavínia Abreu da Silva, João Vitor Geraldo Neiva, Nicolle Leal Nogueira da Silva, Maria Eduarda Oliveira Rosa, Juliana Dutra Madeira, Karina Almeida de Jesus e Rafaela de Souza Ribeiro.
   No transcorrer da solenidade, com a entrega dos certificados, alguns deles fizeram uso da palavra, agradecendo os votos recebidos e mostrando disposição para utilizar a atividade parlamentar na defesa dos interesses do município, principalmente na educação.
    A palavra também foi utilizada pelos membros da Mesa.
    A edil Érika Tereza Coitinho Affonso, autora da lei que instituiu a Câmara Mirim, externou sua satisfação com o sucesso da medida, desde a campanha dos candidatos nas escolas, até o tranquilo processo de votação, resultando numa apuração de votos transparente. Salientou a honestidade como princípio para exercer bem a vereança e comemorou o êxito de conseguir despertar desde cedo a cidadania naqueles jovens.
    No mesmo sentido foi o discurso do vereador Vilmar da Silva, acrescentando a observação de que o Executivo atual costuma ignorar os pleitos da população, formalizados através das proposições dos vereadores, mas isso não impede o exercício de suas atribuições fiscalizadoras.
  O vereador taubateano Henrique Nunes parabenizou o Legislativo de Bananal pela implantação da Câmara Mirim, uma experiência bem sucedida em seu município, e atentou para o fato de que 2/3 dos eleitos era composto por meninas. "As mulheres realmente estão tomando conta", brincou.
   O Secretário Municipal, da pasta de ensino, Cláudio Guimarães, após salientar que o sistema democrático é o melhor que existe, enalteceu os princípios éticos que devem pautar a vida pública e lembrou aos eleitos que a responsabilidade deles era maior por serem os primeiros vereadores mirins de Bananal.
   A vereadora Lúcia Nader, mãe do vereador mirim Pedro Enrico, mais bem votado dentre os eleitos, mostrou satisfação com os discursos proferidos pelos jovens edis, ressaltando que, de variadas formas, todos souberam citar prioridades que devem ser trabalhadas para o bem da população.
  O discurso final foi do presidente do legislativo local, vereador Godô, que também enalteceu a ética na vida pública, salientando que a transparência é o principal indicador da forma como o gestor público está  conduzindo a administração: "É muito importante um administrador ser transparente para poder sair do cargo com a cabeça erguida", enfatizou.
 Antes de encerrar formalmente a sessão, Godô convocou para o dia 28 de julho, a primeira sessão plenária da Câmara Mirim de Bananal.    
     
Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.