Bananal recebe projeto erudito com Arthur Moreira Lima.

Chega a Bananal um dos mais louváveis projetos culturais desenvolvidos por um artista brasileiro para levar a música erudita a todos os cantos do país.

Concebido e estrelado pelo célebre pianista Arthur Moreira Lima, o projeto "Um Piano pela Estrada" tem a ousada meta de democratizar o acesso à cultura erudita através de um caminhão Scania, com o baú carroceria especialmente adaptado para se transformar em um palco de 45 m².
 
O "caminhão-teatro" como é chamado, já percorreu mais de 180 mil quilômetros em 25 unidades da federação. Desde 2003 integra projetos culturais de governos estaduais e federal, com a participação também de parceiros da iniciativa privada.

O espetáculo, inédito em Bananal no que se refere a um show desse nível erudito, será realizado em 06 de dezembro, na Praça Rubião Júnior, a partir das 20 horas. Ele integra o projeto "São Paulo e seus Caminhos".

O sucesso do projeto o torna bastante disputado. Centenas de cidades fazem pedidos para serem incluídas no roteiro. O critério de escolha leva em conta a importância história, geográfica, política e econômica de cada localidade, priorizando as mais carentes.

Após 11 anos integrando vários projetos culturais em pequenas cidades, sertões e regiões de fronteira, a caravana segue na estrada com o ideal de levar a música clássica em concertos pelo território nacional.

Aos 74 anos, Arthur Moreira Lima é um ícone da música clássica. Um erudito que começou a estudar piano aos 6 anos e aos 9 já tocava um concerto de Mozart com a Orquestra Sinfônica Brasileira. Em sua carreira, resgatou e difundiu as raízes culturais brasileiras. Tocou Villa-Lobos no Japão, Rússia, Áustria e Alemanha. Fez reviver a obra de Ernesto Nazareth em discos premiados no Brasil e nos Estados Unidos. Um CD com a obra de Chopin lançado no Japão, se tornou um dos best sellers da companhia.

A excelência das interpretações do pianista incluem obras de Bach, Beethoven, Mozart, Rachmaninov, Tchaikovsky e Chopin, intercaladas com a brasilidade de Villa-Lobos, Ernesto Nazareth e Radamés Gnattali, dentre outros expoentes da música clássica internacional.

Uma rara oportunidade que deve ser prestigiada pelos bananalenses, tendo como plano de fundo a imponência do Solar Aguiar Valim. 




Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.