Em artigo, pesquisador aborda erradicação da esquistossome em Bananal.


Em recente artigo publicado na Revista Brasileira de Epidemiologia, o Pesquisador Científico Horácio Manuel Santana Teles apresentou à comunidade científica a comprovação de que está erradicada a esquistossomose em Bananal.

A assertiva é relevante neste momento em que a qualidade das águas do rio Bananal é indispensável para a saúde pública da cidade, assim como para a consolidação de seus atrativos turísticos naturais.

O artigo, escrito em inglês para uma abrangência internacional sobre o tema, também é assinado pela Pesquisadora Científica Maria Esther de Carvalho e pelo Professor Cláudio Santos Ferreira, Livre Docente da USP.

A publicação trata do trabalho executado em Bananal nos anos 90 para interromper a transmissão da esquistossomose mansônica. Aborda a particular atenção a itens como: busca ativa e tratamento dos infectados, mapeamento dos focos de parasitas e aumento da abrangência do saneamento básico do município.

O artigo vai para o rol de uma série de publicações sobre o árduo trabalho desenvolvido a partir de 1998. Virou referência em pesquisas sobre a doença, além de render teses de mestrado e doutorado.

Junto às descobertas profissionais, no transcorrer dos anos o pesquisador acabou estabelecendo sólidos vínculos de amizade que até hoje o trazem de volta à cidade. 

Horácio é um apaixonado por Bananal e seus habitantes. Transformou-se em mais um divulgador de sua história e de suas belezas naturais. É um fã dos costumes e hábitos simples da vida cotidiana local, como os cumprimentos e saudações constantes entre os cidadãos. "Aqui você recebe tanto bom dia, boa tarde, boa noite que fazem muito bem pra gente e abrem portas, sob todos os aspectos".

Em entrevista gravada em sua visita mais recente à cidade, durante o carnaval deste ano, Horácio falou sobre o artigo, detalhou o trabalho desde seu início, destacou a atuação do trabalho de campo da equipe da Sucen e ressaltou a importância do elo com a população para o êxito daquele desafio.

1 - O surgimento da doença, o início do trabalho e os desafios em Bananal.


   
   
   

2 - A execução do trabalho ao longo do rio Bananal.
 
 
   
   
   

3 - O tratamento dos pacientes e os novos conceitos descobertos para o combate à esquistossomose.


   
   
   

4 - A aproximação acadêmica do campo prático e a base para mestrados e doutorados.


   
   
   

5 - A elaboração do artigo para a revista científica.

 
   
   
   


6 - A identificação e os laços estabelecidos com Bananal.


   
   
   
Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.