Matéria de TV denunciou abandono dos cemitérios de Bananal.

No dia 1º de julho, a TV Vanguarda mostrou em seus telejornais, da tarde e da noite, uma matéria denunciando a falta de conservação dos cemitérios municipais.

A matéria informou que moradores da cidade estavam indignados com o completo abandono do cemitério Bom Jesus, o cemitério do alto. Eles acionaram a reportagem da Vanguarda depois de tentarem formalizar reclamações e até abaixo assinados junto à autoridades locais.

Na matéria, o repórter Jonatan Morel ouviu moradores à medida em que as imagens mostravam o estado de abandono dos túmulos. Os moradores externaram um sentimento de revolta. Uma moradora declarou que a bagunça e o estado de abandono já não permitia saber onde precisamente repousavam os restos mortais de seus familiares.


As imagens captadas pelo cinegrafista Peterson Grecco mostraram um verdadeiro cenário de destruição e ruínas. Túmulos quebrados, servindo de depósitos de entulhos, covas misturadas e amontoados de pedras.

Numa parte do cemitério foi mostrado um ponto em que a água da chuva abriu a terra, deixando à mostra caixões e ossos.

Restos mortais de pessoas enterradas ficam à mostra com a erosão que toma conta de vários pontos do cemitério.

Numa cena impactante, parte de um dos túmulos está suspenso no ar, tendo como base a parte de terras que, momentaneamente, ainda não ruiu.

Na sequência da matéria, a reportagem visitou também o cemitério da Santa Casa. O estado aparente de organização foi desnudado com imagens de restos de caixão, ossos e trapos de roupas, num amontoado com outros tipos de entulho.

Para ouvir os responsáveis, a reportagem se dirigiu até a Prefeitura, onde foi informada que a Prefeita Mirian Bruno estava no Distrito de Rancho Grande.

A Procuradora-Chefe Fabiana Nader Cobra Ribeiro, atendeu o repórter da Vanguarda e disse que a Prefeitura vai acionar o Setor de Obras para verificar a situação in loco, com providências baseadas, inclusive, em relatório fotográfico.

A reportagem foi finalizada com a informação de que a Secretária de Saúde Sarah Bruno ligou para a redação da Vanguarda declarando que a Vigilância Sanitária foi até o local e comunicou o departamento de obras sobre o que precisa ser feito para a conservação adequada do cemitério. Foi estipulado um prazo de 30 dias para que o local seja arrumado.

A matéria já havia sido pauta de uma matéria no site do portal G1 Vale do Paraíba em 14 de maio deste ano, tendo por base registros fotográficos e relatos de moradores.

O estado de abandono, a falta de infra estrutura e de manutenção dos cemitérios locais é um problema que perdura há décadas.

A indignação dos moradores também não é recente, mas a situação parece ter chegado ao limite.

No final de março, eles procuraram a Câmara Municipal e uma proposição da vereadora Erika Afonso foi formalizada na sessão plenária do dia 1º de abril, pedindo a conservação do cemitério. Ela, por sinal, prenunciava que a falta de providências ensejaria o relato da situação para a TV Vanguarda. (assista no video abaixo).


Para assistir a matéria completa da TV Vanguarda, clique sobre a foto abaixo.


   
Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.