Prefeitura fecha estrada que invadiu "cemitério do alto".


A Prefeitura de Bananal determinou na segunda-feira, 06 de julho, o fechamento da estrada,  supostamente alargada por particulares, que invadiu a área do Cemitério Bom Jesus, popularmente conhecido como "cemitério do alto" e agravou o estado de deterioração de várias sepulturas.

O poder público ainda não tem ciência da data exata da invasão e quem teria, oficialmente, permitido o alargamento da passagem que interliga a rua Darci Baraldo (subida do cemitério) com novas propriedades residenciais construídas entre o cemitério e o local conhecido como "Morro do Irineu".

Segundo relatos de moradores, o alargamento da passagem, ocorrido há cerca de três anos, era utilizada por veículos particulares e caminhões transportando materiais de construção. A intervenção passou sobre antigas sepulturas e pode ter agravado o estado de erosão de uma área do cemitério e a exposição de restos mortais.

A situação crítica do cemitério foi pauta de uma reportagem da TV Vanguarda, expondo a indignação de familiares de pessoas enterradas no cemitério.

Antes da reportagem ir ao ar, a Secretária de Saúde de Bananal, Sarah Bruno, informou que a Vigilância Sanitária analisou a situação e deu um prazo de 30 dias para que o departamento de obras da Prefeitura tome providências.

No mesmo sentido, o Ministério Público da Comarca também notificou a Prefeitura para a imediata solução do problema.     

Em entrevista concedida à rádio Estância de Bananal, a Prefeita Mirian Bruno se manifestou publicamente pela primeira vez.

Ela disse que o fechamento da passagem é definitivo e a área do cemitério Bom Jesus será demarcada, uma vez que a rua Darci Baraldo termina exatamente onde deveria ser o seu portão de entrada.

Mirian Bruno relatou que a Prefeitura entrará em contato com as famílias responsáveis pelos jazigos mais avariados para analisar se é possível sua recuperação. Em caso negativo, encontrar a melhor forma de proceder a transferência dos restos mortais para outro ponto do cemitério.

A Prefeita também relatou que, a médio prazo, pretende gramar toda a área para tentar conter processos de erosão, ao mesmo tempo em que proporcionará um melhor cenário para o local.

Na entrevista à rádio (ouça no player abaixo), Mirian Bruno também falou sobre a conservação do cemitério da Santa Casa, onde foi flagrado um amontoado com restos de caixão, trapos de roupas e entulhos. 

Disse que a prática é adotada na limpeza de túmulos recém abertos para novos enterros, quando é feito o amontoado do que ali existia para um posterior recolhimento. Disse que vinha alertando os responsáveis pela manutenção do cemitério sobre a demora no recolhimento do entulho e que, para evitar novas ocorrências, adquiriu contêineres para despejar o material a ser recolhido por caminhões.

  
Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.