Assassinatos têm queda de 20% no Vale em 2017.

S. J. dos Campos (O VALE) - Dados oficiais divulgados pela Secretaria de Segurança Pública de São Paulo apontam queda de 20,08% no número de assassinatos (homicídios + latrocínios) no Vale do Paraíba nos primeiros sete meses do ano, em comparação ao mesmo período do ano passado.
De janeiro a julho foram registrados 187 homicídios (contra 234 no mesmo período em 2016, queda de 19,44%) e 16 latrocínios (contra 18 no ano passado, de janeiro a julho, uma redução de 11,11%). O número de assassinatos caiu de 252 para 203 vítimas.
Apesar da queda, a RMVale ainda se mantém como a região com maior número de homicídios no interior de São Paulo, com uma larga distância.
As outras regiões são Campinas (156 homicídios e 11 latrocínios, com 167 assassinatos), Ribeirão Preto (148 homicídios e 15 latrocínios, com 163 assassinatos), Bauru (76 homicídios e 11 latrocínios, com 87 assassinatos), São José do Rio Preto (55 homicídios e 7 latrocínios, com 62 assassinatos), Baixada Santista (100 homicídios e 17 latrocínios, com 117 assassinatos), Sorocaba (140 homicídios e 7 latrocínios, com 147 assassinatos), Presidente Prudente (33 homicídios e 3 latrocínios, 36 assassinatos), Piracicaba (139 homicídios e 7 latrocínios, total de 146 assassinatos) e Araçatuba (39 homicídios e 3 latrocínios, com 42 assassinatos).
A vice-líder do ranking de assassinatos é a região de Campinas, com 36 vítimas a menos que a RMVale.
Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.