Eleitos para o Senado, Gabrilli e Olímpio lideraram votação também em Bananal.


O eleitorado de Bananal ficou em consonância com os demais paulistas no que se refere aos representantes eleitos para o Senado Federal. 

Em ordem invertida de preferência, mas com expressiva votação nas 26 seções de Bananal, Mara Gabrilli (PSDB) e Major Olímpio (PSL) alcançaram, respectivamente, 23,06% e 21,80% do eleitorado local. Gabrilli obteve 1.969 votos e Olímpio 1.862.

No cômputo geral no estado, o Major obteve 9.039.717 votos (25,81%) e Mara Gabrilli 6.513.282 votos (18,59%).  

Com grande votação também, Ricardo Trípoli (PSDB) ficou em terceiro na preferência dos bananalenses com 1.324 votos, correspondendo a 15,50% dos votos válidos.

Líder nas pesquisas até as vésperas da eleição, Eduardo Suplicy (PT) ficou em quarto no município com 978 votos (11,45% dos válidos), seguido por Maurren Maggi (PSB), com 828 votos (9,70%), Jilmar Tatto (PT) com 453 (5,30%), Mário Covas Neto (PODEMOS) com 398 (4,66%) e Diogo da Luz (NOVO) com 315 votos (3,69%). Os outros 12 candidatos tiveram menos de 1% dos votos válidos, sendo que 3 deles não tiveram voto algum.

Nas duas opções para o Senado, Bananal teve 1.362 votos brancos (10,40%) e surpreendentes 3.144 nulos (24,01%), além de 48 anulados (0,37%).

O índice de abstenção foi de 26,29%, com 2.335 eleitores não comparecendo para votar.

Para ampliar, dê um clique sobre o quadro de votação.


Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.