Tempestade atingiu sertão na Serra da Bocaina em Bananal sem provocar maiores danos. Veja imagens.



Na tarde desta terça-feira (12/02), ocorreu uma forte chuva, com rajadas de vento, na Serra da Bocaina em Bananal, principalmente sobre o sertão do Rio Vermelho, aumentando o nível e o volume das águas que seguem em direção ao Bracuí, em Angra dos Reis.

Não há registro de maiores danos na área atingida pelo temporal.

A Gazeta de Bananal recebeu vídeos gentilmente cedidos pelo morador Sérgio Roberto Resende. Nas imagens ele registrou o aumento do volume das águas de um córrego que margeia suas terras, com o nível alcançando a altura da ponte de acesso à sua residência. As águas transbordaram e inundaram a estrada. Durante a filmagem do temporal, ele demonstra receio com a força das rajadas de vento e exclama: "Que vento horroroso!". (assista abaixo)



O temporal confirma a previsão da Defesa Civil, que alertou para a instabilidade climática em toda a região valeparaibana entre o dia 12 e o dia 15 de fevereiro.

Até o momento desta publicação, às 22:30 horas do dia 12, a chuva que caiu sobre a área urbana de Bananal foi de moderada a fraca, com alguns trovões.

A população deve receber o aviso da Coordenaria da Defesa Civil sem alarmismos, mas precisa ficar atenta às eventuais consequências da instabilidade climática neste período.

Na segunda-feira (11) a Defesa Civil emitiu aviso sobre a força de chuva e ventos em todo o estado provocada por uma frente fria vinda do sul do país.

Para a região metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte, na faixa leste do estado, há previsão de acúmulos de 100 mm de água nesta terça e na quarta (13). 
Na quinta (14), as instabilidades perdem força de manhã, mas retornam na forma de pancadas de chuva forte de tarde e de noite, mantendo o tempo instável e chuvoso na sexta (15).

Os moradores da região devem observar a ocorrência de árvores inclinadas, terrenos, paredes e pisos trincados, além de "muros embarrigados", por serem sinais da possibilidade de deslizamentos. Nestes casos, a Defesa Civil deve ser acionada. No caso de alagamentos e deslizamentos recomenda-se não atravessar a área atingida e aguardar o término da chuva abrigado em local seguro.

Veja abaixo o aviso da Defesa Civil do estado de São Paulo:



A Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil informa que a partir do dia de hoje (11), áreas de instabilidade associadas com a aproximação de uma frente fria vinda do sul do País, ajudam a organizar a umidade que vem da Amazônia e a causar pancadas de chuva dispersas em São Paulo. O mau tempo segue até sexta-feira (15) e atingirá várias áreas, incluindo toda a Região Metropolitana de São Paulo (RMSP).

Haverá um acumulado de 5 dias com valores acima de 130 mm nas Regiões Metropolitanas de Bauru, Araraquara, Sorocaba, Campinas, São Paulo e Baixada Santista. Nas demais regiões da faixa leste, incluindo Vale do Ribeira e do Paraíba, estão previstos acumulados acima dos 100 mm, principalmente entre terça (12) e quarta (13). Na quinta (14), as instabilidades perdem força de manhã, mas retornam na forma de pancadas de chuva forte de tarde e de noite, mantendo o tempo instável e chuvoso na sexta (15).

Por meio do alerta meteorológico, a Defesa Civil informa que a água mais aquecida na costa do Atlântico Sul favorece a formação de tempestades, com potencial para transtornos localizados em todo o Estado. Na faixa leste, em especial nas regiões litorâneas, são previstas chuvas fracas a moderadas de longa duração intermitentes e/ou persistentes, condição que eleva o risco de deslizamentos e o nível dos rios nessas áreas.

A Defesa Civil do Estado de São Paulo recomenda observar a ocorrência de árvores inclinadas, bem como trincas em terrenos, paredes e pisos - e também "muros embarrigados" - pois são sinais da possibilidade de deslizamento antes mesmo do início da chuva. Em situações como essa, a Defesa Civil deve ser acionada para vistoria. Em casos de deslizamento ou alagamento, recomenda-se não ultrapassar a área atingida e aguardar pelo término da chuva abrigado em local que não ofereça risco.

Para manter a população informada sobre as condições climáticas, a Defesa Civil disponibiliza gratuitamente alertas via SMS. Basta enviar uma mensagem com o número do CEP (sem ponto ou hífen) para o número 40199.

Contato:

Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil

(11) 2193 8333





Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.