Domingo em Bananal é dia de Caminhada Carnavalesca, Unidos da Vila e... Piranhas!


O Domingo de Carnaval em Bananal é sempre irresistível pela profusão de atrações, alegrias e divertimentos. É o dia de folia mais rico em atrações tradicionais e consolidadas no calendário carnavalesco da cidade.

A garantia de divertimento por todo o dia começa por uma das mais aguardadas atrações do carnaval local: a Caminhada Carnavalesca.



Implantada em 2005 com a denominação de "Caminhada Alcoológica", porque parava em alguns pontos comerciais para os seus seguidores se “hidratarem”, a iniciativa implantou o arrastão com Trio Elétrico em Bananal. O sucesso consolidou sua inclusão no rol de atrações e a fórmula foi mantida. Apenas o nome foi alterado, por dois motivos: porque as paradinhas para bebida não permaneceram e o nome “Caminhada Carnavalesca” foi considerado mais politicamente correto.


São milhares de pessoas seguindo o Trio Elétrico, desde a concentração num dos principais pontos turísticos da cidade, a antiga Estação ferroviária, em percurso que margeia o rio Bananal em direção ao centro histórico, culminando com a chegada na Praça Rubião Júnior (Largo do Rosário). No trajeto, refrescantes banhos de jatos d´água vindos de um caminhão pipa gentilmente cedido pela empresa Plenaplan. Em 2019, a concentração para a Caminhada está programada para ter início às 14 horas e se estender até às 20 horas na praça.

Unidos da Vila


O mais tradicional bloco de samba da cidade, o Unidos da Vila, do bairro Vila Bom Jardim, tem desfile programado para as 20h30, retornando em 2019 para a avenida em grande estilo com o enredo “O Sol Nasceu para Todos”.

Com mais de 300 componentes e 70 ritmistas em sua empolgante bateria - desta vez comandada pelo “Mestre” Belinha -, o Unidos da Vila irá abordar “lendas da vovó” sobre o bairro, mencionando localidades e contos divertidos. O público pode esperar surpresas e a presença de personagens marcantes do folclore popular no desfile. O belíssimo samba enredo (acompanhe abaixo) é de autoria de Belinha e Júnior Canela.




Colocar o bloco na avenida, com todas as configurações de uma escola de samba, é sempre um esforço louvável de sua Diretoria, neste ano presidida por Ana Amélia Tressoldi. Em meio ao desafio dos últimos meses em coordenar todo o trabalho para o desfile, englobando a administração financeira, aquisição de fundos, mobilização dos componentes do bloco, confecção de fantasias, alegorias, adereços e abadás para as alas, manutenção dos instrumentos da bateria, dentre outros, ela fez questão de agradecer publicamente em redes sociais as pessoas que mais lhe deram apoio. Gostaria de agradecer algumas pessoas que nos ajudaram a proporcionar nosso desfile. Primeiro meu marido Plínio José pela paciência com meu stress e ajuda. Ao Totonho da Vila que sempre está disposto a ajudar. Celia Flor Cardoso que é um talento e ajuda muito. Fatinha do Naldinho, nosso comércio foi fantástico conosco, a Luci, Terezinha, Vera Antunes do Solar que sempre acreditou no nosso trabalho, Jucerlei Amaral Ramos, nosso "rei", Paulo Roberto Rodrigues, nosso show, Fran Marinho, nossa rainha, Belinha Tecladista Produtor, nosso mestre de bateria, Junior Canela, samba enredo desses dois talentos arrebentou, Toninho, Cidinha, a turma do pagode nota mil, Lott Fernando, Luciana e marido, sua irmã Érika e esposo.. Samyson Neves sempre disposto a ajudar, nosso churrasqueiro e esposa, Rosangela Guedes, nossa bateria nota mil, minha bat amiga Nelivalda Andrade e a todos que nos prestigiaram nas ações entre amigos, nosso amigo Pedro Enrico Nader por conseguir as águas para nosso desfile e termino dizendo que meu trabalho é solidário porque amo vocês e minha cidade..."

Focada, Ana Amélia já postou hoje, na rede social, o recado para os componentes do bloco: "Bom dia...Chegou nosso dia...É hoje nosso desfile às 20:30 h... Bloco Unidos da Vila...nosso enredo... O Sol há de brilhar para todos. Componentes, 18:30 horas para quem for se arrumar no samba, 20:00 horas já se posicionando na rua da Dona Carminha Caputo. O desfile ocorrerá da seguinte forma: componentes antes e depois da bateria. Tenham um ótimo dia e toda ajuda será bem vinda. As fantasias deverão ser devolvidas no samba após o desfile..."


Ao assistir o desfile do Unidos da Vila, é bom ter em mente que cada detalhe de fantasia foi obtido e confeccionado com muito suor e esforço, merecendo reconhecimento e aplausos por corajosamente manter a tradição sambista arraigada no Carnaval de Bananal.

Piranhas!


Depois da beleza e organização, vem a bagunça e descontração.

Por volta das 22 horas (impossível precisar horário), será a vez delas... ou deles... enfim, sabe-se lá o gênero incorporado, o que importa é que a Manoel de Aguiar será invadida por um incontável número de Piranhas com P maiúsculo.

O mais irreverente e incontrolável bloco de Bananal arranca gargalhadas, diverte, inova, subverte, interage e tripudia sobre o convencional.

Com décadas de história (Piranha também é cultura), o Bloco das Piranhas virou uma febre no carnaval local.



A cada ano seu cortejo aumenta em tamanho e na irreverência. Nem mesmo os organizadores conseguem precisar o número de foliões, já que só basta estar devidamente caracterizado com perucas, vestidos e adornos (não necessariamente de bom gosto) para ganhar espaço no bloco. Aliado a isso, soma-se outro fenômeno, que não se sabe ao certo quando começou. Pessoas do sexo feminino não resistiram e, com trajes masculinos, também passaram a integrar o bloco. Com direito a barbas, bigodes e tudo o mais.

Estima-se que o Bloco das Piranhas já tenha passado de 600 componentes nos últimos anos, tornando-se o maior bloco de Bananal em quantidade.

O "Piranhas" sempre fecha o desfile seguido por outras centenas de foliões, coroando a apresentação interagindo com seus componentes.

É hoje o dia. 

Da alegria, da beleza e do deboche no Carnaval de Bananal.



Esta matéria é um singelo tributo à memória do já saudoso e inesquecível ser humano Rodrigo Ramos, eterno folião que a partir deste ano foi convocado por Deus a integrar o Bloco do Céu.








Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.