Inauguração de nova instalação da Creche Escola de Bananal é marcada por emoção e homenagens.


Foi inaugurado no dia 04 de abril, no bairro da Cerâmica, o novo espaço da Creche Municipal Dr. Ubaldo de Abreu Campanário. A unidade de ensino infantil fica, a partir de agora, sediada em prédio construído pelo Programa Creche Escola, com o nome da saudosa professora Márcia Maria Rímoli Pires, que por vários anos exerceu o cargo de Diretora da creche municipal.

Os dois patronos, que dão nome à creche e ao prédio sede, foram lembrados em leitura do mestre de cerimônia (veja ao final da matéria) e em pronunciamentos emocionados no transcorrer da inauguração.

Além das autoridades e representantes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, o evento contou com a presença do presidente da Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE), Leandro Damy, do dirigente regional de ensino Wilson de Tarso Gonçalves Araújo e do prefeito de Silveiras, Guilherme Carvalho. Também participaram da homenagem, o marido de Márcia Rímoli, Walter Pires e duas filhas do casal, Sarah e Sabrina.

Após a execução dos hinos nacional e do município, a secretária de educação, Namíbia Larchert Azevedo Carvalho da Gama foi a primeira a fazer uso da palavra.

Externando gratidão a Deus e a todos os envolvidos na construção, ela demonstrou satisfação por, finalmente, a creche ficar instalada em espaço apropriado para atender à demanda reprimida e corresponder às expectativas das famílias que aguardaram e necessitam do suporte da creche para trabalhar. "Acreditamos que conseguiremos atender a comunidade muito mais a contento, visto que estamos também conseguindo inserir mais uma sala de maternal", disse ela.

Situada na Rua Abelino Rodrigues Leite, no bairro da Cerâmica, a creche passa a ter capacidade de atender 150 crianças de 0 a 5 anos numa área construída de 813,78 m². Nas antigas instalações da rua Sônia de Oliveira eram atendidas 79 crianças. O novo prédio sede possui nove salas pedagógicas, dois berçários com fraldário e lactário, uma secretaria, um refeitório, banheiros e área de serviço.


Namíbia enfatizou que o atendimento na creche "muito mais que assistencial, tem compromisso educacional e como tal não podemos nos eximir das grandes responsabilidades que o atendimento requer. Para isso, contamos com profissionais competentes que não medem esforços para o desenvolvimento pleno dessas crianças: cuidar, proteger e educar - garantindo direitos a cada uma delas".


A secretaria de educação enalteceu igualmente a homenageada: "(...) foi diretora da creche de forma exemplar, conquistando amigos e admiradores ao longo de sua atuação (...) Os relatos sobre sua postura são muitos! De colegas de trabalho, de pais de alunos, todos cheios de ternura e muita amizade, confirmando que a homenagem é mais do que merecida. Inesquecível! E hoje eternizada também nesse prédio que leva o seu nome", finalizou Namíbia.


No mesmo sentido do discurso da secretaria de educação, o presidente da Câmara Municipal, Ednaldo Valim Cabral exaltou a importância da nova creche. "É uma obra que vem do empenho de várias administrações e era muito aguardada pela evolução que ela pode proporcionar para a nossa educação infantil. Por isso estamos todos muito felizes", destacou ele.



Espaço para a realização de sonhos

A atual diretora da creche municipal, Ignez Capeto Miranda, considerou que a obra não é apenas bela por sua estrutura física, mas também pelas pessoas que nela trabalham, com garra, determinação e onde as crianças darão início à sua vida escolar. "Serão essas crianças que farão com que essa obra torne-se um bem social", destacou ela. Se dirigindo aos professores, monitores e todos os que irão trabalhar na creche, Ignês enfatizou: "Vocês têm verdadeiros anjos em suas mãos, pois serão amigos, psicólogos, aconselhadores e até "Mães" dessas crianças. E sonhem, vislumbrem possibilidades para que neste espaço da Educação Infantil os nossos sonhos se tornem realidade, junto com os sonhos destas crianças e de seus pais". Ouça o trecho abaixo:





"Agora sou imortal", disse Márcia Rímoli, anos atrás, ao saber que o prédio da creche escola levaria seu nome

Sabrina, uma das filhas de Márcia Rímoli, deu o toque de emoção ao evento inaugural ao falar sobre a mãe. Após agradecer em nome da família pela homenagem prestada, Sabrina dissertou sobre como Márcia acreditava na creche como parte atuante na construção dos valores morais e personalidade da criança. "Ela entendia a escola como instrumento indispensável à formação de cidadãos conscientes, questionadores, sensíveis e tolerantes (...) Entendia a creche não somente como o local onde pais deixam seus filhos em segurança e sob bons cuidados, mas também como o ambiente em que teriam os estímulos necessários ao adequado desenvolvimento intelectual e incentivo à formação de valores sociais como a amizade, o respeito ao próximo, a compaixão." 

Também considerou que a mãe teria ficado feliz pelo empenho das administrações envolvidas na finalização da obra e em ver a creche administrada de forma competente em espaço físico onde as crianças terão apoio humano para crescerem e se desenvolverem com dignidade e oportunidades. "Nossa profunda gratidão ao prefeito municipal, vereadores e à Dona Mirian Bruno pela honra dessa lembrança que nos marcará para sempre."

Se referindo aos educadores e funcionários que trabalharam com sua mãe na creche, Sabrina relembrou o sentimento dela por eles: "(...) ela sempre nos falava do imenso carinho e gratidão que tinha por vocês". Ao final, Sabrina, com a voz embargada, revelou um momento familiar em que Márcia, anos atrás, traduziu sua felicidade ao saber da homenagem em relato ao irmão. "(...) quando foi comunicada da homenagem que estaria por vir, minha mãe ligou para o irmão Marcelo e disse: "Marcelo, agora eu sou imortal". Ouça o pronunciamento pelo player abaixo.



À esquerda, Sabrina, Sarah e Walter Pires, Ignez Capeto, Namíbia Larchert e Wilson de Tarso.


Damy destaca a nova concepção do programa Creche Escola 

Representando o governador João Doria e o secretário estadual de educação Rossieli Soares na solenidade, o presidente da FDE, Leandro Damy, considerou que a creche inaugurada trará um novo modelo de educação que prepara adequadamente a criança para a fase adulta.

Após tecer considerações sobre a importância de obras nas parcerias do governo com as prefeituras, Damy disse sentir emoção sempre que inaugura uma creche escola por ter visto o programa nascer quando trabalhava na área com Rodrigo Garcia, atual vice governador de São Paulo, buscando desburocratizar a implantação de projetos voltados para a primeira atenção educacional. "O Rodrigo, inteligente que é, bolou esse programa e estamos chegando perto das 400 unidades entregues em todo o estado e cerca de outras 100 estão em construção. Quando o governador Doria me convidou para assumir a FDE fiquei muito feliz por ouvir dele que não quer apenas manter esse programa, mas incrementá-lo ainda mais".

Leandro Damy também destacou a qualidade do projeto da construção. "Cada centímetro quadrado daqui é pensado. Não tem espaço ocioso. Vocês estão recebendo o que há de melhor em arquitetura. Com vocês trabalhando com o coração aqui dentro, não tenho dúvida que surgirão mentes privilegiadas porque poderemos oferecer o melhor para a criança desde o início, para quando ela chegar no ensino fundamental e no médio bem preparada. Não estamos inaugurando um novo prédio apenas. Estamos inaugurando um novo modelo de atenção para as crianças de São Paulo", finalizou.  

     Ouça o pronunciamento pelo player abaixo.







Alegria pelo trabalho executado e sentimento de dever cumprido

O prefeito em exercício de Bananal, Carlindo Nogueira Rodrigues (Piá), fechou os discursos enaltecendo o fato de um prédio com o nome de Márcia Rímoli abrigar a creche Dr. Ubaldo e o trabalho a ser desenvolvido. "Não estou falando somente da belíssima estrutura física, mas da ação de todos que nela irão trabalhar, contribuindo para tornar esse sonho possível".

Piá disse querer traduzir na palavra "Alegria", o sentimento daquele dia especial e do momento marcante para todos. "Alegria de estarmos juntos. Alegria de receber esse prédio tão lindo que oportunizará um trabalho excelente. Alegria de ver estampado no rosto das crianças a esperança e o desejo de estudar numa escola de qualidade. Alegria de ser um gestor e de entender que a tristeza não poderá fazer parte da educação das crianças, porque elas precisam do riso, (...) dos sonhos  (...). Precisam vivenciar esse  sentimento em casa, na sociedade e na escola (...) Agora, mais do que nunca, precisamos pensar em resultados positivos. É preciso vontade, compromisso, responsabilidade e competência para realizar. A escola precisa da alegria de vocês, professores, funcionários, diretores, pais e alunos. A aprendizagem precisa disso".

Em seguida, o prefeito parabenizou a diretora Ignez por constatar nela o prazer de fazer o que gosta e desempenhar um trabalho diferenciado com sua equipe.

Piá relembrou os 16 anos que trabalhou na educação. "Tive o imenso prazer de trabalhar com a Márcia. Uma pessoa maravilhosa, competente, que se dedicava ao trabalho de uma maneira ímpar e é mais do que merecida essa homenagem a ela".

O prefeito finalizou sua fala agradecendo a todos que de alguma forma acreditaram e contribuíram para que o dia da inauguração chegasse. "Entrego essa creche para a comunidade com a certeza do dever cumprido e o coração cheio de alegria." Ouça pelo player abaixo.





Após os pronunciamentos, os presentes se dirigiram para o corredor de entrada do prédio para o descerramento das placas.





Conheça um pouco sobre a trajetória dos homenageados na inauguração do novo espaço da creche municipal.


A professora Márcia Maria Rímoli Pires nasceu aos 02 de novembro de 1947 em São José do Rio Preto.
Completou seus estudos no ginásio da Escola Estadual Visconde de São Laurindo, nesta cidade de Bananal. Cursou o Colegial de Formação de Professores Primários no Colégio Estadual e Escola  Normal “Arnolfo de Azevedo” na cidade de Lorena. Concluiu o curso de Administração Escola no Instituto de Educação Estadual “Fernão Dias”. Formou-se em Pedagogia na Faculdade de  Filosofia e Letras de Barra do Piraí – FERP em 1974. 
Aprovada em concurso público no estado de São Paulo, começou a lecionar em 1967 em Bananal na EMESP Fazenda Cachoeira, onde também regeu o curso supletivo. Atuou como docente no Ciclo Básico na escola da “Fazenda Rialto” e na Escola “Coronel Nogueira Cobra”. Aposentou-se em 1994, mas continuou a dar aulas de reforço na mesma escola. 
Entre os anos de 2000 a 2004 atuou como diretora escolar na Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental “Coronel Nogueira Cobra”.
De 2009 até o seu falecimento atuou como diretora da Creche Municipal Dr. Ubaldo de Abreu Campanário. Local onde desempenhou suas funções diretivas de forma incansável e estimada por todos.
Por esse legado de bondade e comprometimento com o ensino local, a comunidade bananalense sentiu a necessidade de dar ao novo prédio–sede da Creche “Dr. Ubaldo de Abreu Campanário" o nome da Professora Márcia Maria Rímoli Pires em ato formalizado pela Lei N° 195, de 21 de dezembro de 2016. 

Dr. Ubaldo de Abreu Campanário nasceu em Santo Antonio de Pádua, RJ, em 29 de março de 1917, filho de João Abreu Campanário e Margarida da Silva Campanário.
Formou-se pela faculdade de medicina e cirurgia do Rio de Janeiro, em 1946.
Chegou em Bananal, em meados de 1948, trazido por seu irmão, o Dr. Antonio de Abreu Campanário, que já era radicado na cidade. 
Casou-se em 28 de julho de 1949 com a D. Maria Amélia de Andrade Campanário, com quem teve dois filhos.
Elegeu-se vereador em Bananal para o quatriênio 1952 a 1955 e foi eleito vice-prefeito para o período de 1956 a 1959. Foi sócio fundador e membro proeminente da Sociedade Amigos de Bananal – SAB, onde exerceu os cargos de presidente e vice-presidente.
Exerceu a função de médico chefe do posto de Puericultura Francisco de Assis Almeida, por vários anos, até que esse posto foi absorvido pelo Posto de Saúde, posteriormente denominado Centro de Saúde III “Aldo Fortes”, onde respondeu durante 11 anos pela chefia, de 1974 a 1985. 
Aposentou-se em 27 de março de 1987.
Faleceu em 10 de novembro de 1989, no Rio de Janeiro.
Na ocasião, a cidade chorou a perda de um médico que atendeu a comunidade bananalense, como “médico-família”, numa época em que nem se cogitava esse termo. Através das mãos do Dr. Ubaldo, muitas gerações de bananalenses nasceram. Em sua homenagem, através do Decreto n° 105 de 07 de dezembro de 1999, seu nome foi dado à Creche Municipal.


O protocolo da solenidade de inauguração da nova creche escola de Bananal foi desenvolvido em conjunto pelo cerimonial da FDE e da Prefeitura de Bananal.
A GAZETA DE BANANAL agradece às equipes por auxiliarem o trabalho da imprensa e fornecerem dados e fotos para esta reportagem especial, de cunho histórico para o nosso município. 



Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.