Vale do Paraíba emite primeira notificação de suspeita do coronavírus



Paciente buscou atendimento nesta quarta (29) em São José dos Campos. Vigilância Epidemiológica notificou o Estado sobre suposto caso, que ainda não entrou nos números oficias 


Da Redação, com informações da Agência Brasil, Governo de SP e Vigilância Epidemiológica de São José dos Campos

A primeira notificação de um suposto caso de coronavírus na região metropolitana do Vale do Paraíba foi emitida por um hospital particular para a Vigilância Epidemiológica de São José dos Campos nesta quarta-feira (29).
Uma mulher de 51 anos, cujo marido esteve na China a trabalho, procurou o hospital com os sintomas da doença. Desde domingo ela passou a sentir fraqueza e ter febre, coriza, tosse e dor de cabeça (cefaleia).
Seu estado geral é estável e ela recebe, em isolamento, o mesmo tratamento utilizado contra a gripe Influenza (H1N1) com o medicamento Tamiflu. 
A mulher relatou que o marido passou o mês de dezembro trabalhando na China e apresentou sintomas de gripe ao regressar. Atualmente ele está em Itajubá, onde trabalha, e não apresenta sinais da doença.
O hospital onde ela está internada informou que notificou a Secretaria de Saúde sobre a suspeita e está seguindo todos os protocolos recomendados pela Organização Mundial de Saúde e o Ministério da Saúde.
A prefeitura de São José notificou o Estado no final da tarde. A suspeita ainda não entrou nos indicadores oficiais, que são atualizados para a imprensa diariamente às 16 horas.

Brasil tem 9 casos registrados até o momento
Mais cedo, o Ministério da Saúde (MS) informou que existiam nove casos considerados suspeitos de coronavírus no Brasil. São três casos em São Paulo, dois em Santa Catarina, e um nos estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro, Paraná e Ceará. Até então, o ministério foi notificado de 33 suspeitas de casos. Após testes e verificações, 24 pacientes foram descartados para coronavírus.
Um caso é tratado como suspeito se a pessoa esteve na China nos últimos 14 dias e apresentou tosse e febre ao retornar. Neste caso, o paciente é colocado em isolamento e são realizados testes para checar, primeiro, se o que essa pessoa tem é influenza ou outra gripe. Caso os exames não acusem essa possibilidade, é feito o teste para coronavírus.
No momento, apenas o primeiro caso suspeito, da estudante de Minas Gerais, está na etapa de teste para coronavírus. Segundo o Ministério da Saúde, é possível que o resultado do teste seja conhecido na próxima sexta-feira (31).
Atualmente, 6.065 casos de coronavírus foram confirmados em todo mundo, sendo 5.997 somente na China, onde 132 pessoas já morreram. Não houve ainda nenhuma morte em outros países.
Nota da Vigilância Epidemiológica de São José dos Campos:
A Vigilância Epidemiológica da Prefeitura de São José dos Campos foi notificada nesta quarta-feira (29), por um hospital particular da cidade, sobre um suposto caso de coronavírus em uma paciente de 51 anos, que está internada apresentando sintomas como febre, tosse, coriza, cefaleia (dor de cabeça) e fraqueza.
Por enquanto, o caso está sendo tratado como suspeito.
Ela apresentou os primeiros sintomas em 26/01 e seu estado geral no momento é estável.
A paciente relatou que o marido esteve em viagem à China, a trabalho, por 30 dias, em dezembro e que ele teria apresentado sintomas de gripe ao retornar ao Brasil. No momento o marido encontra-se em Itajubá, onde trabalha, sem apresentar sintomas de gripe.
A paciente está em isolamento e sendo tratada com Tamiflu, que é o medicamento usado no tratamento da gripe Influenza (H1N1).
A Vigilância já enviou aos serviços de saúde da cidade, como UBS’s, UPA’s e hospitais públicos e privados, um ofício (datado de 27/01), com as orientações para o atendimento de pacientes com suspeito da doença.
Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.