Começam a vigorar em Bananal penalidades por exigência de máscaras de proteção

A partir de hoje é obrigatório. Só pessoas com máscaras de proteção
terão acesso interno aos estabelecimentos.
Exigência se estende a entregadores de delivery

Editado no final da noite de segunda-feira (13), o decreto municipal nº 699/2020 passou a vigorar concedendo 4 dias para os estabelecimentos autorizados a funcionar durante a quarentena se adaptarem à exigência de utilização de máscaras de proteção por seus colaboradores e clientes em suas dependências internas. Até ontem (17), o descumprimento poderia resultar apenas em advertência pelo poder público municipal.

A partir deste sábado (18), a utilização de máscaras de proteção passa a fazer parte do cotidiano dos bananalenses por um período indeterminado de tempo. O mesmo decreto traz, como recomendação, o uso das máscaras pelos moradores quando estiverem fora de casa. Ainda não há, para a população de Bananal, a obrigatoriedade de utilizar as máscaras em locais públicos. Algumas cidades do país já começam a fazer essa exigência para todos que andam pelas vias públicas.

No entanto, para ingressar em qualquer estabelecimento aberto em Bananal, o munícipe precisará utilizar as máscaras de proteção. Sem elas, será proibido de entrar. O decreto veda ao estabelecimento permitir o ingresso de pessoas sem a peça de proteção. Da mesma forma, todos os trabalhadores do estabelecimento só podem efetuar seus serviços utilizando as máscaras. A obrigatoriedade abrange também os entregadores de serviços de delivery ou drive-thru.


A utilização das máscaras passou a fazer parte das recomendações do Ministério da Saúde no início deste mês. Até então, a recomendação era só para os profissionais da saúde e para os pacientes acometidos pela Covid-19.

O Ministério se baseou em estudos que apontam a utilização de máscaras, até mesmo as caseiras (desde que confeccionadas da forma correta), como forma de grande eficácia para evitar o contágio do vírus. Há relatos também de que sua utilização pode abreviar a curva de contaminação e antecipar a retomada econômica das localidades onde é bem aplicada.

No entanto, em seu processo de adaptação, a população deve adotar uma série de cuidados. Dentre os principais, ter certeza de estar utilizando uma peça que realmente protege e o manuseio da máscara.

A Gazeta de Bananal selecionou abaixo os principais pontos referentes à aquisição, confecção e utilização correta das máscaras de proteção para auxiliar os leitores nessa nova prática de seu dia-a-dia.

É sempre bom lembrar que a utilização das máscaras não substitui as outras práticas de higiene já conhecidas, como o distanciamento social, lavar as mãos frequentemente, cobrir a boca com o braço ao tossir ou espirrar, etc.

Os materiais e mídias foram produzidos pelo Ministério da Saúde e pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, baseados em normas e instruções da OMS (Organização Mundial da Saúde).  








Veja abaixo o Decreto da prefeitura na íntegra e também a Nota Informativa do Ministério da Saúde com modelos de máscaras caseiras.










Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.