Governo do Rio restringe transporte público para Barra Mansa, Volta Redonda e Pinheiral


Proibição vale a partir de segunda-feira (6) somente para o transporte público e não abrange circulação de carros particulares


O governo do estado do Rio de Janeiro baixou novo decreto com ações restritivas para o combate à Covid-19 que tem, entre seus dispositivos, a proibição de entrada de ônibus, táxis e carros de aplicativos nos municípios de Barra Mansa, Volta Redonda e Pinheiral. O transporte público entre os três municípios continuará normal, mas a drástica medida implementa um inédito cinturão que praticamente os isola do restante do estado. 

A medida restritiva começa a valer a partir de segunda-feira, 06 de abril, e irá vigorar por 15 dias. Ela só vale para o transporte público. Ainda não há vedação, por decreto estadual, para a circulação de veículos particulares. Em Volta Redonda, existe decreto municipal que restringe o tráfego de veículos de outros estados no município. Também são barrados os provenientes da Região Metropolitana do Rio.

A medida afeta diretamente os usuários das linhas Bananal-Barra Mansa realizadas pela empresa de ônibus Colitur. A empresa já havia reduzido o número de linhas nas últimas semanas. O corte foi tão drástico que chegou a suspender o trajeto via Rancho Grande. Depois a linha foi retomada, mas agora a suspensão volta a prejudicar moradores daquele distrito que trabalham em empresas instaladas no Sul Fluminense com permissão de funcionar na quarentena.

O decreto não define a partir de quais pontos ou bairros será fechado o "cinturão sanitário" em torno dos 3 municípios fluminenses.

Provavelmente, nas rodovias mais utilizadas pelos bananalenses para Barra Mansa, haverá restrição de passagem no posto policial do bairro Cotiara pela RJ-157 (rodovia Eng. Alexandre Drable) e nas imediações do bairro Santa Clara, pela RJ-155. 
Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.