Em semana que chegou a zerar casos ativos, Bananal termina com 2 casos confirmados


 Casos confirmados chegaram a zero na quarta-feira, subindo para dois no dia seguinte

Por Ricardo Nogueira, com informações do Governo de SP

Os indicadores dos boletins desta semana epidemiológica em Bananal, iniciada no domingo (11), confirmam a estabilidade dos casos de Covid-19 em patamar baixo, com apenas 2 casos confirmados em isolamento domiciliar e 23 suspeitos sendo monitorados em casa.

Na quarta-feira, o boletim chegou a ficar zerado nos casos confirmados. Iniciaram a semana com 3 positivados entre domingo e terça(13) e, após zerar no dia 14, registrou na quinta(15) os dois casos que permaneceram até este sábado que fecha a semana epidemiológica.

O município contabiliza, desde o início da pandemia em março, 173 casos confirmados, com 4 óbitos e 167 recuperados da doença, além dos 2 casos ativos atuais.

Também neste sábado, Bananal atingiu 620 casos suspeitos que foram descartados.

SP ultrapassa 1 milhão de casos, com quase 38 mil mortes e 941 mil pessoas recuperadas

Segundo dados atualizados às 13 horas deste sábado (17) o Estado de São Paulo registra 37.992 óbitos e 1.062.634 casos confirmados do novo coronavírus. Entre o total de casos diagnosticados de COVID-19, 941.527 pessoas estão recuperadas, sendo que 116.101 foram internadas e tiveram alta hospitalar.

As taxas de ocupação dos leitos de UTI são de 40,8% na Grande São Paulo e 41,3% no Estado. O número de pacientes internados é de 7.538, sendo 4.218 em enfermaria e 3.320 em unidades de terapia intensiva, conforme dados das 11h deste sábado.

Hoje, os 645 municípios têm pelo menos uma pessoa infectada, sendo 582 com um ou mais óbitos.

Perfil da mortalidade

Entre as vítimas fatais estão 21.869 homens e 16.123 mulheres.

Os óbitos continuam concentrados em pacientes com 60 anos ou mais, totalizando 76,3% das mortes.

Observando faixas etárias, nota-se que a mortalidade é maior entre 70 e 79 anos (9.743), seguida pelas faixas de 60 a 69 anos (8.929) e 80 e 89 anos (7.793). Entre as demais faixas estão os: menores de 10 anos (43), 10 a 19 anos (69), 20 a 29 anos (319), 30 a 39 anos (1.079), 40 a 49 anos (2.502), 50 a 59 anos (4.970) e maiores de 90 anos (2.545).

Os principais fatores de risco associados à mortalidade são cardiopatia (59,8% dos óbitos), diabetes mellitus (43,3%), doenças neurológicas (10,9%) e renal (9,6%), pneumopatia (8,2%). Outros fatores identificados são obesidade (8%), imunodepressão (5,5%), asma (3%), doenças hepáticas (2,1%) e hematológica (1,7%), Síndrome de Down (0,5%), puerpério (0,1%) e gestação (0,1%). Esses fatores de risco foram identificados em 30.548 pessoas que faleceram por COVID-19 (80,4%).

Perfil dos casos

Entre as pessoas que já tiveram confirmação para o novo coronavírus estão 495.562 homens e 560.919 mulheres. Não consta informação de sexo para 6.153 casos.

A faixa etária que mais concentra casos é a de 30 a 39 anos (250.361), seguida pela faixa de 40 a 49 (219.337). As demais são: menores de 10 anos (26.661), 10 a 19 (50.721), 20 a 29 (179.398), 50 a 59 (159.574), 60 a 69 (96.751), 70 a 79 (49.224), 80 a 89 (23.309) e maiores de 90 (6.727). Não consta faixa etária para outros 571 casos.


Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.