Câmara rejeita projeto de lei que permitiria cobrança de iluminação pública.

Durante a sessão ordinária realizada ontem, 19 de maio, os vereadores rejeitaram, de forma unânime, o projeto de lei, de autoria do prefeito David Morais, que permitiria a cobrança de iluminação pública em Bananal pela concessionária Elektro.
Sob o "suave' título de Contribuição, a cobrança viria embutida nas contas de luz dos bananalenses, a taxas que iriam variar entre R$ 2,00 (residenciais) e R$ 8,00 reais (comerciais).
Meses atrás, o prefeito já havia enviado esse projeto de lei de cobrança da iluminação pública, mas o retirou ao perceber a resistência dos vereadores em permitir mais uma investida sobre o bolso dos consumidores locais.
O projeto de lei foi reapresentado sob promessas da prefeitura e da concessionária de investimentos sociais, iluminação de novas ruas e trocas de lâmpadas mais constantes. Mesmo assim, o sentimento dos vereadores não mudou.
Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.