Garotos é bicampeão na raça e na superação.

Atletas e comissão técnica do Garotos, bicampeão municipal 2010-2011. 
(clique na foto para ampliar)

  
  Em partida bastante disputada, a equipe do Garotos demonstrou possuir todos os requisitos essenciais de um grande campeão: equilibrio, raça, vontade e superação.
 Com esses ingredientes o time chegou ao bicampeonato municipal construindo a vitória por 1x0 sobre o Azzurra suportando uma pressão que durou a maior parte dos 90 minutos.
  O gol do título foi marcado logo aos 3 minutos de jogo, num lance que começou pela direita e terminou com Miúdo (artilheiro do campeonato) estufando as redes do Azzurra. Juntamente com a festa pelo gol veio a preocupação com o artilheiro que se contundiu no lance. Ele ainda tentou permanecer por alguns minutos mas logo teve de ser substituído. Instantes depois outro atleta da equipe se lesionou e o técnico Marcão gastou sua segunda substituição com menos de 25 minutos do 1º tempo.

Banco comemora gol de Miúdo, que seria o do título.
 A partir daí se desenhou a estória do jogo, com o Azzurra tendo o domínio territorial do campo, mas com grande dificuldade para penetrar na área adversária. As melhores chances da etapa inicial vieram em dois chutes de fora da área de Vaguinho. No primeiro, o goleiro Edvaldo espalmou para escanteio. No segundo, num tiro frontal, a bola se chocou com o travessão.
  O Garotos teve a sua melhor chance num contra-ataque pela esquerda, mas o garoto Caio não conseguiu dominar a bola quando estava prestes a entrar livre na área.
  Na etapa complementar o quadro se manteve, mas o domínio do Azzurra foi mais intenso porque o Garotos não conseguia ligar novos contra-golpes e se limitava a chutar a bola para longe de sua meta. O empenho das duas equipes compensava suas limitações.
  O goleiro Edvaldo foi um dos destaques, fazendo defesas difíceis, sendo uma delas junto à trave esquerda, numa bola traiçoeira.
  No final, o Azzurra tentou bolas alçadas na área, mas a defesa do Garotos levou a melhor. A equipe ainda chegou a fazer o segundo gol, resultante do único contra-ataque efetivo do segundo tempo, mas o árbitro "Quequé" anulou, considerando que Caio fez falta no goleiro adversário numa disputa de bola na área.
 Este lance e a comemoração pelo título após o apito final estão registrados no video abaixo.
  As duas equipes honraram suas camisas e deram um desfecho de ouro a um campeonato muito bem organizado pela prefeitura, através da pasta de Esporte e Lazer comandada com muito zelo e competência pela Secretária Karyna Cláudia Barros Rodrigues. Os times participantes contribuíram com a competição primando pelo respeito ao regulamento, às normas e disciplina impostas pela comissão que julgou os atletas. O balanço final foi extremamente positivo graças a esses fatores que devem prevalecer nos próximos anos para o bem do futebol bananalense.

Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.