Secretário é solto dois dias após prisão.


  Por decisão da Justiça da Comarca, o secretário de transportes de Bananal, José Geraldo de Oliveira, o Tuó, foi solto na sexta-feira, dia 10 de fevereiro, após ficar dois dias preso na cadeia pública de Cruzeiro por crime de receptação.

A prisão em flagrante ocorreu no dia 8, após operação conjunta do Ministério Público e da Policia Civil.
  A prisão foi baseada numa diligência que constatou adulteração do motor de uma ambulância da prefeitura.
  Dentre outros pontos, a defesa de Tuó alega que o motor em questão não foi modificado na atual gestão, do prefeito David Morais.

  A soltura de Tuó foi festejada num restaurante da cidade.
  As investigações sobre o caso continuarão. Apesar de solto, o secretário permanece na condição de investigado.
  Segundo a legislação brasileira, as prisões em flagrante têm natureza cautelar e independem de ordem judicial.
  Após o ato, o juiz recebe o auto da prisão em flagrante e pode adotar três medidas:
I -relaxar a prisão ilegal;
II -converter a prisão em flagrante em preventiva, quando presentes os requisitos constantes do artigo 312 do Código de Processo Penal, e se revelarem inadequadas ou insuficientes as medidas cautelares diversas da prisão;
III -conceder liberdade provisória, com ou sem fiança.
Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.