Partidos se unem por "Cidade Limpa".

  O período de campanha eleitoral foi oficialmente iniciado no dia 06 de julho.

  Como de costume a utilização de carros de som, distribuição de santinhos, confecção de banners, cartazes e outras formas de pedir votos começa de forma tímida em Bananal.

  Tradicionalmente os candidatos aguardam o deferimento de suas candidaturas para deflagrar suas campanhas. Tal decisão deve ocorrer a partir deste dia 13 de julho.

  Quem não tiver a candidatura deferida terá de brigar na justiça eleitoral para poder continuar pedindo votos abertamente.

  Os candidatos sem impedimento legal poderão se valer dos meios acima descritos, mas Bananal terá uma novidade de caráter positivo nestas eleições.

  Todos os partidos políticos assinaram um Protocolo de Intenção assumindo o compromisso de não pintar muros, contribuindo para evitar a poluição visual e a descaracterização do conjunto urbano de Bananal.

  A iniciativa partiu do Presidente da Câmara, Antônio Carlos Ramos da Silva (Godô) que pretendia transformar a medida em Lei Municipal, a exemplo do que ocorre em São José do Barreiro já há alguns anos.

  No entanto, verificou-se que a Lei poderia ter sua constitucionalidade contestada, já que a Lei Eleitoral, de âmbito federal, permite a pintura de muros em residências e propriedades particulares, desde que de forma gratuita e com o expresso consentimento do proprietário.

  A medida é bastante adotada em municípios de médio e grande porte. Em quase todos é conhecida como "Cidade Limpa" e abrange não somente a pintura de muros em períodos eleitorais, mas também regulamenta a utilização de outdoors, painéis, placas, letreiros e outras formas de publicidade. Quem a descumpre paga multas às respectivas prefeituras. Nestes casos ela é resguardada de contestações por ficar inserida no Código de Posturas Municipais.

  Na falta de tempo para sua instituição em Bananal, o bom senso prevaleceu e o apoio à iniciativa do Presidente da Câmara é um sinal auspicioso de que os partidos politicos podem, e devem, se unir quando há consenso pelo bem comum da cidade.

  O grau de maturidade consiste no fato de que mesmo sendo o autor da proposta um dos candidatos a prefeito, os partidos que apóiam as candidaturas de David Morais, Peleco e Mirian Bruno emprestaram seu apoio irrestrito, sem querer politizar o tema.

  O Protocolo de Intenções, com as assinaturas de todos os presidentes de partido de Bananal, será protocolado no Cartório Eleitoral para ciência da Promotoria e do Juízo eleitoral da Comarca.

  Desta forma, já podemos dizer que as eleições em Bananal começaram com o pé direito.

  Resta torcer para que o nível seja mantido e as campanhas se dediquem mais a mostrar aspectos positivos, como as propostas de governo, do que a manchar reputações de adversários.

Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.