Domingo é dia de Caminhada com Trio Elétrico e Blocos tradicionais.

  O Domingo de Carnaval é considerado por muitos o dia mais agitado do carnaval bananalense.

  Isso porque tem o arrastão da Caminhada com o Trio Elétrico e o desfile dos dois blocos "mais velhos" e tradicionais da cidade.

  A concentração para a "Caminhada" se inicia às 13 horas. O Trio Elétrico se posiciona ao lado da antiga Estação Ferroviária, o principal cartão postal da cidade. Ali ele fica aquecendo os foliões para o festivo passeio pelo centro histórico.

  Ao sair, arrasta consigo uma multidão pelo trajeto que neste ano sofre modificação. O cortejo de brincantes não passará mais pela Avenida Barão de Joatinga, que margeia o rio Bananal. Da Praça Dona Domiciana, na Estação, o Trio Elétrico utilizará a Avenida Bom Jesus para se dirigir ao centro.

  Com isso, os milhares de brincantes passarão por mais pontos turísticos do conjunto arquitetônico: Estação, antiga Santa Casa, Igreja do Rosário, Solar Aguiar Valim, Igreja Matriz e por todo o conjunto de casario colonial da Manoel de Aguiar e da Praça Pedro Ramos.

  A previsão do tempo para este domingo é de calor, com temperatura máxima girando entre 28° e 32° C.  Há possibilidade de uma rápida pancada de chuva no final da tarde, não mais do que 1mm. Se não houver chuva natural para refrescar os milhares de foliões durante a caminhada, uma chuva artificial, com mangueira de caminhão pipa, estará a postos para proporcionar um refrescante banho de alegria.

  Se durante a tarde a agitação será grande, a noite não deixará por menos. Será a vez do Bloco Unidos da Vila entrar na passarela da Manoel de Aguiar. Segundo seus organizadores, o "Bloco da Vila" vem com cerca de 200 componentes. 

  O mais tradicional bloco de Bananal, o Unidos da Vila já é quase uma escola de samba. Apresenta passistas, mestre sala e porta bandeira, fantasias de destaque e carro alegórico. Atrás da bateria de 80 ritmistas comandados pelo "Mestre Toninho" tem o espaço para a ala de simpatizantes e colaboradores, devidamente vestidos com o abadá da bloco-escola para 2013.

  Em seguida a "avenida" será invadida pelo mais divertido e irreverente dos blocos.

  O Bloco das Piranhas virou uma febre no carnaval local. A cada ano ele aumenta na descontração e no tamanho. Nem mesmo os organizadores conseguem precisar o número de foliões, já que só basta estar "devidamente trajado" com perucas, vestidos e adornos característicos para ganhar espaço no bloco.

  Estima-se que o Bloco das Piranhas já tenha passado de 400 componentes nos últimos anos, tornando-se o maior bloco em quantidade. Em meio à bagunça proposital, neste ano os organizadores pretendem melhorar apenas um item: a bateria. E para isso contam com o reforço do "Mestre Costela", responsável pelas baterias do Bloco Vale Folia e da Escola Mirim.

  É hoje o dia. De mais alegria, beleza e deboche no Carnaval de Bananal.
Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.