Como é bom ser Bananalense!



Como é bom ser Bananalense.

Como é bom ser paulista, com alma carioca.

Como é bom ser de um povo abraçado por povos co-irmãos de municípios como Barra Mansa, Volta Redonda, Resende e cercanias. E ainda poder dar um pulo e já estar no Rio de Janeiro, curtindo o Maraca, Copacabana, Ipanema e outras praias.

Como é bom ser irmanado com Cruzeiro, Aparecida, Taubaté, São José e todo o Vale.

Como é bom ter São Paulo como capital. Referência pra qualquer problema. Na vida, solução pra qualquer projeção.

Como é bom ficar perto do mar de Angra. De Paraty. Dar um salto e também curtir outro litoral irmão: Ubatuba, Caraguá e São Sebastião.

Se espichar o olhar pra outro lado, o Sul de Minas é outro lugar abençoado.

Como é bom abraçar e ser abraçado por tantas cidades maravilhosas em suas peculiaridades. Tantos lugares, sotaques, oportunidades.

Entrelaçar caminhos, saltar fronteiras pelo Brasil e ganhar o mundo, se assim a vida decidir.

Como é bom também ficar por aqui, com nossas cachoeiras e as infinitas belezas naturais de nossos sertões.
                                                                                                  
Como é bom ter história pra contar... e mostrar.

Como é bom ecoar a memória de nossos ancestrais e transcender o que deles pulsa em nossos prédios coloniais.

Como é bom misturar variedades culinárias, produzir cachaças e outras pratas.

Como é bom viver no interior e encontrar a paz interior.

Se tanta paz começar a entediar, é só saltar pra tantas opções de lugar. Pro mar, pra montanha ou para as capitais. Aquilo que a vontade imperar.

Quando a paz voltar a faltar e a saudade o peito sufocar, é só saltar de volta. Pro meu lugar.     

Ah!

Como é bom ser Bananalense!

Texto: RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA - Jornalista
Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.