Incêndio fica mais intenso e já ameaça bairros de Bananal, além da Estação Ecológica


A situação do incêndio que atinge vários hectares do Parque Nacional da Serra da Bocaina em Bananal, além de campos e matas fora daquela área, se agravou drasticamente neste sábado. O lado do parque em São José do Barreiro também foi atingido. 

O cenário piorou em todos os aspectos. Fortes ventos passaram a soprar na região e multiplicou o número de focos. O estado físico e psicológico dos voluntários chegou ao extremo. Eles buscam forças inimagináveis para prosseguir no desafio de combater um incêndio que a cada momento se mostra incontrolável.

Durante a manhã a situação chegou a ser considerada controlada, mas os novos focos ocasionaram chamas ainda mais intensas.

Ao longo da tarde, áudios dos voluntários relataram o agravamento da situação. Em tom desesperador, um deles relata que as chamas estavam a 3 km da cidade, numa Linha de fogo de mais de 10 km. Além desse foco, ele relatou a existência de vários outros. "Se atravessar o aceiro vai chegar nas Formigas", alerta. O bairro Cantagalo também está na trajetória do fogo.

Em outro áudio, o voluntário descreve que "uma linha de fogo faz um círculo gigante. É monstruoso". Eles também consideram que a utilização de apenas um helicóptero não está sendo suficiente.

O fogo também chegou ao Turvo, linha limite a uma área limítrofe à Estação Ecológica de Bananal. 

Ao final da tarde o clarão do incêndio podia ser visto do centro da cidade, assim como era possível sentir o cheiro da fumaça.

O Corpo de Bombeiros informou à imprensa que enviará equipes na manhã de domingo para reforçar o pequeno efetivo deslocado para a cidade há dois dias.

A população de Bananal se mostra apreensiva diante da situação alarmante.

Uma reunião está marcada para as 10h da manhã deste domingo na sede do Sindicato Rural e o convite é extensivo a todos que puderem ir. 

Há pedidos ao Prefeito Peleco para que decrete Estado de Emergência e entre em contato direto com o governador Geraldo Alckmin para a adoção de medidas efetivas junto à Casa Militar e Coordenaria Estadual da Defesa Civil para controlar o pior incêndio da história de Bananal.

Ouça abaixo os áudios gravados pelos voluntários. 

Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.