Campanha de vacinação contra sarampo focada em jovens começa nesta semana


Pessoas na faixa de 20 a 29 anos que ainda não foram imunizadas devem comparecer aos postos

* Da Redação com informações do Governo de SP e da Agência Brasil

A Secretaria de Estado da Saúde inicia, nesta segunda-feira (18), em parceria com os municípios e o Ministério da Saúde, a segunda fase da campanha de vacinação contra o sarampo, que será focada na vacinação de jovens na faixa de 20 a 29 anos ainda não imunizados contra a doença.

Nenhum caso foi registrado oficialmente em Bananal e nos outros 5 municípios do extremo leste do Vale Histórico (Arapeí, São José do Barreiro, Areias, Queluz e Silveiras).

Em toda a RM Vale foram registrados casos em 17 municípios: Cruzeiro, Lorena, Guaratinguetá, Aparecida, Potim, Pindamonhangaba, Campos do Jordão, Taubaté, Tremembé, São José dos Campos, Caçapava, Jacareí, Paraibuna, São Sebastião, Ilhabela, Caraguatatuba e Ubatuba. Veja ao final da matéria a relação completa do número de casos nos municípios paulistas


A vacina tríplice viral protege contra sarampo, rubéola e caxumba. Até o dia 30 de novembro, as doses estarão disponíveis em todos os postos de vacinação do Estado de São Paulo para esses jovens.

O público-alvo deve comparecer aos postos de saúde, preferencialmente com a carteirinha de vacinação, para que um profissional verifique a necessidade de aplicação da dose.

De acordo com o último boletim epidemiológico sobre sarampo do Ministério da Saúde, esta faixa etária é a que mais acumula número de casos da doença. Nos últimos 90 dias de surto ativo, foram confirmados 1.729 casos em pessoas de 20 a 29 anos.

O secretário de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, Wanderson de Oliveira, disse que um dos motivos é que esse público não tomou a vacina em nenhuma fase da vida e, se tomou, não voltou para aplicar a 2ª dose, necessária para a proteção.

Manter a vacinação em dia é a melhor forma de prevenção. Por isso, convocamos os jovens para irem aos postos durante esta fase da campanha exclusiva para eles”, diz a diretora do Centro de Vigilância Epidemiológica, Helena Sato. “Importante lembrar que quem tomou a primeira dose há menos de um mês, deve aguardar trinta dias para receber a segunda”, complementa.
Na primeira fase da campanha, foram vacinadas 400 mil crianças na faixa de 6 meses a menores de cinco anos de idade, entre os dias 7 e 25 de outubro.

A vacina é contraindicada também para pessoas imunodeprimidas e gestantes. Pessoas nascidas antes de 1960, na sua maioria, já tiveram a doença na infância e possuem imunidade (proteção) por toda a vida, não necessitando ser vacinadas, conforme diretriz do Ministério da Saúde. As pessoas que tiverem dúvidas quanto à imunização adequada devem procurar um posto, com a carteira vacinal em mãos, para que um profissional de saúde verifique a necessidade de aplicação, que ocorrerá de forma “seletiva”, ou seja, apenas em quem tiver alguma pendência.

O Programa Estadual de Imunização prevê que crianças e adultos, com idade entre um ano a 29 anos, devem ter duas doses da vacina contra o sarampo no calendário. Acima desta faixa, até 59 anos, é preciso ter uma dose. Não há indicação para pessoas com mais de 60 anos, pois esse público potencialmente teve contato com o vírus, no passado.

No sábado (30), haverá o “Dia D”, quando os postos de saúde estarão abertos para facilitar o acesso dos que ainda não se vacinaram ou estão com a carteira de vacinação desatualizada.

Cenário epidemiológico

O Centro de Vigilância Epidemiológica estadual realiza monitoramento contínuo da circulação do vírus. Neste ano, até o momento, há 8.815 casos confirmados laboratorialmente. Considerando que o vírus já circula em todo o território paulista, conforme prevê o Guia de Vigilância Epidemiológica do Ministério da Saúde, o Estado também confirma casos com base no critério clínico-epidemiológico (ou seja, com base em sintomas e avaliação médica), englobando outros 2.759 casos. Cerca de 56,2% do total de casos se concentram na capital. Neste ano, houve 14 mortes decorrentes de complicações pelo sarampo.

Confira os dados dos municípios paulistas
MUNICIPIO DE RESIDÊNCIALABORATORIALMENTE
Adamantina1
Lucélia1
Mariápolis1
Morro Agudo2
Nuporanga1
Sales Oliveira1
São Joaquim da Barra1
Dracena3
Panorama1
Tupi Paulista1
Presidente Prudente11
João Ramalho1
Arujá23
Biritiba-Mirim2
Ferraz de Vasconcelos24
Guararema22
Guarulhos283
Itaquaquecetuba55
Mogi das Cruzes61
Poá35
Santa Isabel7
Suzano21
Caçapava22
Jacareí8
Paraibuna1
São José dos Campos43
Cravinhos5
Jardinópolis1
Luís Antônio1
Ribeirão Preto59
Serrana2
Araras8
Conchal1
Leme1
Pirassununga2
Assis1
Paraguaçu Paulista3
Itapira2
Mogi Guaçu5
Moji-Mirim1
Bertioga2
Cubatão1
Guarujá20
Itanhaém9
Mongaguá6
Peruíbe18
Praia Grande28
Santos52
São Vicente13
Agudos4
Bauru52
Duartina2
Pirajuí1
Atibaia27
Bom Jesus dos Perdões4
Bragança Paulista17
Joanópolis3
Pedra Bela2
Piracaia1
Socorro1
Catanduva3
Santa Adélia2
Tabapuã1
Araçatuba11
Auriflama1
Valparaíso3
Rincão1
Ibitinga2
Itápolis1
Aparecida2
Cruzeiro4
Guaratinguetá2
Lorena5
Potim1
Amparo1
Serra Negra5
Birigui3
Coroados1
Penápolis2
Dourado1
Ibaté3
Porto Ferreira6
São Carlos16
Presidente Epitácio1
Presidente Venceslau3
Fernandópolis52
Meridiano2
Turmalina1
Caieiras68
Cajamar13
Francisco Morato188
Franco da Rocha137
Mairiporã82
Diadema80
Mauá216
Ribeirão Pires62
Rio Grande da Serra5
Santo André245
São Bernardo do Campo271
São Caetano do Sul68
Barrinha2
Guariba1
Jaboticabal7
Monte Alto1
Pontal2
Pradópolis2
Sertãozinho11
Angatuba1
Capâo Bonito1
Cerquilho1
Cesário Lange3
Itapetininga9
Tatuí16
Jales3
Bariri1
Igaraçu do Tietê1
Jaú4
José Bonifácio5
Monte Aprazível1
Cabreúva3
Campo Limpo Paulista17
Itupeva2
Jarinu1
Jundiaí71
Louveira6
Várzea Paulista2
Andradina2
Nova Independência1
Pereira Barreto1
Cordeirópolis1
Engenheiro Coelho2
Limeira30
Getulina1
Lins1
Promissão1
Caraguatatuba3
Ilhabela7
São Sebastião1
Ubatuba8
Cotia46
Embu22
Embu-Guaçu1
Itapecerica da Serra29
Juquitiba5
Taboão da Serra35
Vargem Grande Paulista4
São João da Boa Vista2
Vargem Grande do Sul2
Garça4
Guaimbê1
Marília15
Quintana1
Matão1
Taquaritinga1
Barretos7
Colômbia1
Guaíra2
Jaborandi2
Olímpia1
Ipauçu1
Ourinhos13
Salto Grande2
Piracicaba4
Laranjal Paulista1
Teodoro Sampaio1
Americana5
Artur Nogueira3
Campinas97
Cosmópolis3
Hortolândia11
Indaiatuba12
Itatiba5
Jaguariúna11
Monte Mor1
Paulínia13
Pedreira1
Santa Bárbara d’Oeste6
Santo Antônio de Posse1
Sumaré8
Valinhos12
Vinhedo15
Itirapina1
Rio Claro8
Caconde1
Divinolândia1
Itobi1
São José do Rio Pardo5
São Sebastião da Grama1
Barueri187
Carapicuíba151
Itapevi61
Jandira41
Osasco171
Santana de Parnaíba36
Rubinéia1
Santa Fé do Sul1
Bady Bassitt6
Guapiaçu1
Ibirá1
Icém2
Mirassol3
Potirendaba1
São José do Rio Preto57
Uchoa1
São Paulo4675
Araçariguama5
Boituva1
Capela do Alto5
Ibiúna1
Iperó2
Itu23
Jumirim1
Mairinque1
Piedade3
Porto Feliz2
Salto4
Salto de Pirapora1
São Roque8
Sorocaba45
Tietê2
Votorantim5
Bebedouro3
Viradouro1
Franca18
São José da Bela Vista1
Bastos1
Tupã2
Campos do Jordão4
Pindamonhangaba12
Taubaté20
Tremembé3
Altinópolis1
Avaré1
Cajati3
Itariri1
Juquiá1
Pedro de Toledo2
Registro3
Riolândia1
Valentim Gentil3
Votuporanga12
MUNICIPIO DE RESIDÊNCIACRITÉRIOS
CLÍNICOS-
EPIDEMIOLÓGICOS
Ferraz de Vasconcelos2
Guarulhos287
Itaquaquecetuba15
Mogi das Cruzes4
Poá1
Suzano1
Ribeirão Preto12
Guarujá2
Santos1
Bauru1
Aparecida4
Cruzeiro2
Lorena1
Serra Negra1
Porto Ferreira2
São Carlos7
Fernandópolis15
Caieiras12
Cajamar20
Francisco Morato61
Franco da Rocha48
Mairiporã5
Diadema12
Mauá22
Ribeirão Pires77
Rio Grande da Serra3
Santo André80
São Bernardo do Campo18
São Caetano do Sul4
Jaboticabal1
Zacarias1
Jundiaí3
Louveira1
Várzea Paulista1
Limeira1
Cotia20
Embu3
Embu-Guaçu3
Juquitiba1
Taboão da Serra3
Barretos1
Ibirarema2
Campinas6
Indaiatuba3
Paulínia9
Divinolândia8
Barueri17
Carapicuíba73
Itapevi1
Jandira3
Osasco20
Pirapora do Bom Jesus2
Santana de Parnaíba2
São Paulo1835
Ibiúna1
São Roque4
Taubaté2
Valentim Gentil8
Votuporanga4



Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.