Referência para Bananal, hospital de Cruzeiro recebe 10 dos 50 novos respiradores destinados à região


Agora, Hospital Santa Casa soma 35 leitos de UTI para o atendimento dos casos de Covid-19 dos municípios do Vale Histórico e Cachoeira Paulista 

Por Ricardo Nogueira, com informações do governo de São Paulo

O Governo de São Paulo distribui, nesta semana, mais 179 respiradores para hospitais de 45 cidades localizadas no interior e na Grande São Paulo, permitindo a abertura de novos leitos de UTI e, assim, garantindo atendimento a casos graves provocados pelo novo coronavírus.

A destinação será feita a serviços localizados em dez Departamentos Regionais de Saúde (DRSs).

Para o Vale do Paraíba serão 50 respiradores, no total. O Hospital de Campanha de Caraguatatuba e as Santas Casas de Cruzeiro e de Lorena receberão dez unidades cada. Também contarão com o reforço as Santas Casas de Aparecida (7), Guaratinguetá (6) e o Hospital Frei Galvão, também em Guaratinguetá.

Cruzeiro e Lorena são agora, respectivamente, 1ª e 2ª referências em saúde para Bananal, Arapeí, São José do Barreiro, Areias, Queluz, Lavrinhas, Cruzeiro, Silveiras e Cachoeira Paulista.

O Hospital Santa Casa de Cruzeiro começou o período da pandemia, em fevereiro, com 10 leitos disponíveis. Em maio, uma parceria entre a prefeitura de Cruzeiro, Câmara Municipal, SAAE e Maxion proporcionou uma reestruturação física do hospital que dobrou a capacidade para 20 leitos (clique aqui para reler). No mês seguinte, o governo paulista destinou 5 novos respiradores para a Santa Casa em meio a um lote de 31 encaminhado para o Vale do Paraíba. Na ocasião, Lorena recebeu 10 respiradores (releia clicando aqui).

Os respiradores chegam no pior momento da crise sanitária  em Bananal e no Vale do ParaíbaDesde o final de junho a região vem batendo recordes sucessivos de casos positivados e mortes.

Números de ontem disponibilizados para a imprensa pelas secretarias municipais dos 39 municípios mostraram que a RM Vale atingiu 10.700 casos confirmados desde o início da pandemia. Em dois dias, a região contabilizou 1.000 novos casos. Comparado aos primeiros 14 dias do mês passado, o número de positivados aumentou em 140% no lado paulista do Vale. Em 48 horas, foram 950 diagnósticos positivos. Um recorde em período tão curto. No mesmo intervalo de tempo foram registradas 16 mortes, fazendo a região totalizar 378 de março até aqui.

“O total de respiradores colocados nos municípios no estado de São Paulo já supera os 2.500, o que possibilitou mais do que dobrar a nossa capacidade hospitalar de leitos de UTI”, afirmou Marco Vinholi, Secretário de Desenvolvimento Regional.

“O estado já recebeu até aqui 3.345 respiradores, parte deles por meio de doação. Seguimos ampliando a liberação de respiradores para todo o estado, fortalecendo a rede assistencial”, afirmou o Secretário-Executivo da Saúde, Eduardo Ribeiro Adriano.

A distribuição é técnica e feita para locais com maior demanda de internações por COVID-19 e estrutura para novos leitos, permitindo ampliação da capacidade de atendimento da rede pública de saúde.

Para enfrentamento à pandemia, o estado de São Paulo dobrou o número de leitos de terapia intensiva no SUS, ultrapassando 8 mil leitos do tipo. Com a chegada de mais respiradores, a rede segue em franca expansão.

Outras regiões

Para a região de Campinas, serão 11 equipamentos, sendo 5 para o Hospital de Campanha de Sumaré, 4 para a Santa Casa de Valinhos e 2 para a Prefeitura de Monte Alegre. No Hospital Regional de Piracicaba, 12 respiradores permitirão a abertura de 12 novos leitos de UTI.

A região de Sorocaba receberá 25 ventiladores pulmonares para fortalecimento da rede hospitalar, sendo nove para Unidades de Pronto Atendimento do município de Sorocaba, 11 para o Hospital e Maternidade Municipal de Salto, 3 à Prefeitura de Itaberá e 2 para a Santa Casa de Cerquilho.

Juntas, Marília e Bauru receberão oito equipamentos para os hospitais Santa Luzia de Duartina (2), Prefeitura de Piraju (3) e as Santas Casa de Pompeia (2) e Parapuã (1).

Ainda no interior, Araçatuba contará com mais 14 equipamentos. As Santas Casas de Araçatuba e Birigui receberão cinco cada; outros três vão para o Hospital de Campanha de Penápolis e um para a Santa Casa de Pereira Barreto. Já a Santa Casa de Barretos contará com dez respiradores e outro equipamento será enviado ao Pronto-Socorro de Gavião Peixoto, localizado na região de Araraquara.

Para a região de São José de Rio Preto, irão mais 38 ventiladores, sendo 17 para hospitais municipais e 21 para hospitais filantrópicos. Na cidade homônima, o destino dos aparelhos será a Santa Casa de São José do Rio Preto (2), os Pronto-Socorros Vila Toninho (2) e Santo Antonio (2), e as UPAs Tangará Estoril (2), Jaguaré (2) e Região Norte (2). Outros serviços regionais contemplados são as Santas Casas de Novo Horizonte (4), Aparecida D’Oeste (1), Estrela D’Oeste (1), Ibirá (1), José Bonifácio (1), Nova Granada (1), Palmeira D’Oeste (1), Riolândia (1), Tanabi (1), Indiaporã (1). 

Também receberão respiradores o Pronto Atendimento Fortunata Pozobom, de Votuporanga (2); Hospital São José, de Itajobi (1), Hospital Nossa Senhora Divina Providência de Jaci (1), UPA de Mirassol (3), Hospital São Domingos de Nhandeara (1), Hospital João Veloso de Ouroeste (1); Hospital Assistencial de Potirendaba (1), Pronto Atendimento de Sales (1), Hospital Maria Vale Pereira de Tabapuã (1) e Hospital São Lourenço de Urupês (1).

Grande SP

Na Grande São Paulo, dez equipamentos serão instalados no Centro Especializado em Reabilitação Dr. Arnaldo Pezzuti Cavalcanti, e dois na Santa Casa de Pompeia.

Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.