Bananal reedita tradição em louvor ao seu Padroeiro.


Bananal reeditou neste ano de 2017 a tradição em louvor ao seu Padroeiro, o Senhor Bom Jesus do Livramento, em celebração com novena e missas, entre 28 de julho e 06 de agosto, além de shows na parte profana iniciada no dia 04. 

O tema que pautou as celebrações religiosas deste ano foi inspirado na exortação apostólica pós-sinodal Amoris laetitia (sobre o “Amor na Família”) do Papa Francisco, publicada em abril do ano passado. É um texto de nove capítulos e tem como base os resultados de dois Sínodos dos Bispos sobre a Família ocorridos em 2014 e 2015 e no qual o Santo Padre cita documentos papais anteriores, contribuições de conferências episcopais e participação de várias personalidades, como Martin Luther King. 

Cada missa da novena teve um capítulo da exortação como temática. Do primeiro ao nono dia os celebrantes se manifestaram em homilias sobre a família.  Como de costume, as celebrações tiveram como paraninfos os representantes dos segmentos sociais, empresariais, entidades de classe e órgãos públicos do município, além das pastorais, catequese e irmandades da Igreja. 

O dia do Padroeiro, em 06 de agosto, teve a tradicional alvorada festiva com banda percorrendo as ruas do centro histórico às 06 horas da manhã. 

A Missa Solene foi celebrada às 10 horas na Igreja Matriz com a presença do Bispo Diocesano, Dom João Inácio Muller e concelebrada pelo clero diocesano. Teve como paraninfos a Equipe de Festeiros, Ministros Extraordinários da Sagrada Eucaristia e Autoridades Municipais.

Ao meio dia, em louvor ao Senhor Bom Jesus, ouviu-se o repicar dos sinos nas igrejas, acompanhados pela queima de fogos de artifício.

Às 17 horas os fiéis formaram a solene procissão do Senhor Bom Jesus do Livramento e logo em seguida foi rezada a missa de encerramento das celebrações religiosas.

SHOWS E FESTA


 

A parte profana da festa foi iniciada na sexta-feira, 04 de agosto. Dezenas de barracas com bebidas e comestíveis foram montadas no entorno da Praça Pedro Ramos, onde o público ficou concentrado.

No palco montado em frente à Matriz,  a sequência de shows nos três dias foi aberta pelo cantor Thalles Luan com repertório de sucessos do ritmo sertanejo.

No sábado, dia 05, o palco teve atração dupla. Primeiro com Netto Paciello e Banda abrindo o espetáculo com repertório variado, ao gosto do público. Na sequência, apresentou-se a Banda Mistura Carioca,  fechando a noite com axé, sertanejo universitário, samba, pop rock, forró e MPB.

No domingo, 06 de agosto, o espetáculo ficou por conta do cantor Rafael Rodrigues.

 

Share on Google Plus

Sobre Ricardo Nogueira

RICARDO LUÍS REIS NOGUEIRA, jornalista (Mtb. 32.204 RJ), foi um dos fundadores do jornal, atuando como Diretor Executivo e Redator Chefe desde 1987. Atualmente, é o Editor Responsável da Gazeta de Bananal e coordena o projeto do portal eletrônico do jornal na internet.